quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

VINICIUS TORRES FREIRE / COM MEDO DE CALOTE, BANCOS JOGAM NA RETRANCA - FEVEREIRO DE 2016




Vocês aí lembram que o governo na semana passada disse que ia tentar aumentar o crédito no país, o total de dinheiro emprestado? Pois então. Os maiores bancos privados do país acabaram de dizer que, da parte deles, o crédito vai diminuir.

Aliás, mesmo que todo o pacote de crédito do governo saísse do papel, não seria bastante nem para compensar metade da diminuição do dinheiro emprestado no Brasil no ano passado.

Pior que isso, mesmo que as medidas do governo deixem de ser apenas planos, é preciso que as pessoas peguem os empréstimos. E, como se sabe, todo mundo está com medo de gastar dinheiro, quanto mais tomar dinheiro emprestado.

A direção dos bancos Itaú e Bradesco disseram na última semana que o total de dinheiro que esses bancos têm emprestado vai diminuir neste ano. Ou melhor, a carteira de crédito desses bancos vai crescer menos que a inflação. Na prática, em termos reais, vai diminuir outra vez.

O Santander não faz estimativa de quanto vai crescer sua carteira de crédito, mas acha que dificilmente supera a inflação. Nos bancos públicos, Banco do Brasil e Caixa, provavelmente não vai haver crescimento. Esses cinco bancos têm quase 80% do dinheiro emprestado no Brasil.

Por que os bancos estão jogando tanto na retranca? Porque, claro, acham que a economia vai mal, que mais gente perderá emprego, que mais empresa terá dificuldade e, portanto, haverá mais risco de calote.

Em resumo, as expectativas de todo mundo estão sendo revisadas para baixo, com exceção de algumas empresas que exportam, que vendem para outros países, pois o real perdeu valor e, assim, os produtos brasileiros ficaram mais baratos lá fora, um pouco mais fácil de vender.

As expectativas de todo mundo estão baixas ou caindo porque não há nenhuma notícia de mudança importante nas políticas do governo, porque o tumulto político continuará paralisando decisões, porque parte do Congresso quer ver a caveira de Dilma Rousseff. Em resumo, a coisa está mal parada.



MARCADORES: O GOVERNO DILMA / PT CAMINHA PARA UM NOVO FRACASSO


Nenhum comentário: