domingo, 31 de julho de 2011

ESQUERDISTA DA NORUEGA FAZ UMA AFIRMAÇÃO "APARENTEMENTE LÓGICA", SOBRE O TERRORISTA BREIVIK


Jon Michelet. "Breivik é odiado de forma universal na Noruega"

por Marta F. Reis

Jon Michelet, 67 anos, foi diretor do diário maoísta norueguês "Klassekampen" e continua ligado aos círculos comunistas do país. Num romance de 1989 narra um massacre fundamentalista numa ilha do fiorde Oslo. Sente que em Utoya a ficção se tornou realidade. Em entrevista ao i, diz não acreditar que o livro, "Thygesens terrorist", possa ter inspirado Breivik.

Como é o massacre que descreve no seu livro?

Acontece numa pequena ilha perto de Oslo chamada Gressholmen, um resort popular no Verão. Neste policial um jovem com visões políticas estranhas vai à ilha e mata as pessoas que lá estão. São muito menos mortos que em Utoya, mas a brutalidade é imensa. No meu livro, o que o move é uma mistura ideológica completamente louca relacionada com questões ambientais. Não é de extrema-direita, mas é uma mente perturbada do ponto de vista ideológico.

Dizia-se esta semana que o livro podia ter inspirado Breivik. Acha possível?

Não acredito. Acho que ele não o terá lido, até porque não é citado no manifesto. Ele é bastante diferente do assassino do meu livro. Breivik vem da classe média e o meu protagonista é da classe operária. O meu assassino, Konni, juntou-se ao ativismo ambiental, participou em ações militantes na Alemanha e lançou por fim a sua campanha pessoal em Oslo.


É uma figura conhecida na política norueguesa. Como vê a evolução da extrema-direita?


Não diria que a extrema-direita está a emergir na Noruega. Diria mesmo que estes ataques terroristas assustaram as pessoas que gerem os fóruns islamofóbicos na internet. Há novos membros na Juventude do Partido Trabalhista, na Juventude Socialista e até no meu partido, Red. Breivik não vai conseguir mobilizar pessoas para a sua cruzada. Matou crianças de 14 anos e é odiado de forma universal na Noruega, até mais pela extrema-direita, que é pequena no nosso país. Até Fjordman [conhecido bloguista de extrema-direita], cuja identidade não é conhecida, condenou publicamente as acções de Breivik. Acho até que Fjordman vai mudar a retórica no futuro. Um responsável por um desses fóruns islamofóbicos, Ole-Jørgen Anfind-sen, disse ao "Klassekampen" que vai mudar a forma como apresenta as suas ideias no site Honestthinking.no.


Pensa que visões ideológicas violentas, como as de Breivik, têm sido subestimadas?


Penso que a polícia não seguia os movimentos online como devia. Tem-se discutido muito estes temas mas ninguém imaginava que poderiam alimentar um terrorista deste género. Foi uma surpresa para todos os noruegueses - o ataque do lobo solitário.


Como se sentem os noruegueses?


É um choque terrível. Num país pequeno como a Noruega toda a gente conhecia alguém que morreu nos atentados. O meu genro Ali Esbati, casado com uma das minhas filhas, que está grávida, estava em Utoya a dar uma aula de Economia Política no campo de Verão quando Breivik atacou. Escondeu-se atrás de uma rocha com duas crianças, de sete e oito anos. Passámos horas terríveis até percebermos que estava bem. Um rapaz de 18 anos da minha aldeia, Larkollen, não teve a mesma sorte. Foi colega da minha neta e fizeram um trabalho de solidariedade para África. Ela acabou de regressar da homenagem na escola.


Fonte: http://www.ionline.pt/conteudos/home.html


Comentário: a grande comédia dessa entrevista é que ela foi feita com um EXTREMISTA DE ESQUERDA da Noruega. Se buscou uma análise, digamos assim, razoável, sobre a ação terrorista de um extremista de direita ( fascista ) entrevistando um extremista de esquerda ( comunista )? Qual é o sentido disso?

Esse senhor foi diretor de um jornal MAOÍSTA.  Será que ele deixou esse emprego por ter, em algum momento, se dado conta que o camarada MAO foi um GENOCIDA PIOR DO QUE O HITLER? Bem, ele é membro do RED PART NORGE, que em radicalismo esquerdista lembra partidos brasileiros como o PSTU e PCO.  Mas é claro que ele, com uma visão de mundo revolucionária oposta ao do fascista - embora os comunistas se considerem os monopolizadores do conceito de revolução política - vai tentar diminuir o Breivik, afirmando que o que ele fez gerou repulsa até mesmo dos fascistas locais e que portanto não terá continuidade e importância histórica. Bem, é melhor exclarecer um fato aqui.

Os Noruegueses seguidores do nazismo não estão odiando o Breivik por ele ter matado adolescentes e crianças naquela ilha. O ódio dos extremistas de direita é por um autoploclamado nacionalista ter atacado PESSOAS DO SEU PRÓPRIO POVO !!! Ele matou crianças nórdicas. Dá para entender? Claro que foi proposital, e pouco importa se partidos de esquerda ganharem mais membros depois disso, pois o que interessa a Breivik, na verdade, é provocar a extrema-direita norueguesa, levando alguns dos seus militantes mais exaltados a querer mostrar para ele "como é que se faz", atacando o que eles consideram ser os "alvos certos".  Acho que não preciso dizer quais os alvos que esses radicais consideram os corretos.

Em um futuro próximo, Breivik será citado como o sujeito que iniciou uma guerra revolucionária na Noruega.  Classificá-lo como louco não impedirá que essa nação escandinava se torne um fator de instabilidade dentro da Europa. Outros "lobos solitários", que se consideram mais sábios do que ele, entrarão em ação.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

CUIDADO COM A HOMOCRACIA, POVO DE PERUÍBE !!!


Homocracia totalitária

Eguinaldo Hélio de Souza


Um conhecido site de compartilhamento na internet possui cerca de 34 milhões de arquivos. São textos, vídeos, áudios, imagens, programas de todas as naturezas. Dificilmente um tema não será encontrado ao ser digitado em seu sistema de buscas. Entretanto, se você inserir a palavra “homossexualismo” nada encontrará dentro de seus inúmeros arquivos. Se, pelo contrário, inserir “homofobia”, uma enxurrada de informações estará a seus dispor.


A questão é porque uma palavra há pouco tão comum em nossa cultura desapareceu tão completamente e um vocábulo recém criado tomou o seu lugar? Quem é responsável por essa mudança? Que intenções existem por trás desse procedimento? Quais as implicações de tal fato? Essa mudança vocabular tem conseqüências maiores?

Na verdade, tais fatos são sintomáticos. Estão indicando uma mudança cultural significativa. Não necessariamente uma mudança natural do pensamento da sociedade e sim uma alteração imposta. A questão semântica envolvida está fundamentada em decisões e atitudes ditatoriais que não abre espaço para o debate e não permite discordâncias.


Os leitores do livro “1984” de George Orwell com certeza estarão bem familiarizados como essa manipulação da linguagem. Eles sabem que não se trata de mudar vocábulos, mas de manipular pensamentos e distorcer conceitos. A ditadura fictícia criada por Orwell era baseada em fatos históricos. Qualquer semelhança não era mera coincidência.


Ao dar às palavras um sentido diverso do que elas tinham, a mente era forçada a se contradizer. Era a novilíngua servindo de instrumento de dominação. A supressão de certas palavras tinha a finalidade de suprimir idéias ligadas à elas. A criação de novas palavras inseria as idéias que os dominadores queriam inculcar na mente de ouvintes e leitores, mesmo sem seu consentimento.


No romance de orwelliano, o Miniamor, ou Ministério do Amor, torturava os discordantes. O Minipaz, ou Ministério da Paz, criava e fomentava a guerra. E o Minifartura, ou Ministério da Fartura, controlava a distribuição de alimentos criando artificialmente a carência e a fome. É fácil entender o quanto essa distorção realidade-palavra era importante para o domínio e controle. O trecho abaixo mostra o protagonista ouvindo a explicação a respeito da manipulação das palavras. Foi reduzido por questão de espaço, mas é suficiente para nos fazer entender a seriedade do assunto:


- Estamos dando à língua a sua forma final - a forma que terá quando ninguém mais falar outra coisa. Quando tivermos terminado, gente como tu terá que aprendê-la de novo. Tenho a impressão de que imaginas que o nosso trabalho consiste principalmente em inventar novas palavras. Nada disso! Estamos é destruindo palavras - às dezenas, às centenas, todos os dias. Estamos reduzindo a língua à expressão mais simples. (...)


- É lindo, destruir palavras. Naturalmente, o maior desperdício é nos verbos e adjetivos, mas há centenas de substantivos que podem perfeitamente ser eliminados. Não apenas os sinônimos; os antônimos também. Afinal de contas, que justificação existe para a existência de uma palavra que é apenas o contrário de outra? (...)


- Não vês que todo o objetivo da Novilíngua é estreitar a gama do pensamento? No fim, tornaremos a crimidéia [idéia contrária aos desejos da ditatura] literalmente impossível, porque não haverá palavras para expressá-la. Todos os conceitos necessários serão expressos exatamente por uma palavra, de sentido rigidamente definido, e cada significado subsidiário eliminado, esquecido. (...) Cada ano, menos e menos palavras, e a gama da consciência sempre um pouco menor.


Naturalmente, mesmo em nosso tempo, não há motivo nem desculpa para cometer uma crimidéia. É apenas uma questão de disciplina, controle da realidade. Mas no futuro não será preciso nem isso. A Revolução se completará quando a língua for perfeita. (...) Mudarão as palavras de ordem. Como será possível dizer "liberdade é escravidão” se for abolido o conceito de liberdade? Todo o mecanismo do pensamento será diferente. Com efeito, não haverá pensamento, como hoje o entendemos.


Ortodoxia quer dizer não pensar... não precisar pensar. 

Ortodoxia é inconsciência.

É fácil perceber o perigo por trás das mudanças. Mudam-se as palavras para que as consciências sejam mudadas. Para um exemplo prático e histórico desse tipo de manipulação ideológica basta lembrar que “limpeza étnica” era o termo técnico usado pelo nazismo ao queimar, asfixiar e matar por tortura milhões de judeus. Por trás do eufemismo se escondiam ações diabólicas. As ditaduras não sobrevivem sem manipular o sentido das palavras.


Homossexualismo X Homofobia


A palavra homossexualismo foi exorcizada por uma ditadura gay incipiente que alegou ser o sufixo “ismo” um indicador de doenças. Usá-la significaria atribuir uma enfermidade ao praticante. Entretanto, esse é um preconceito contra o sufixo. Ele tem inúmeros significados que nada têm haver com doença. Podemos citar:


* Doutrinas ou sistemas: realismo, positivismo, fascismo, budismo;
* Modo de proceder ou pensar: heroísmo, servilismo;
* Forma peculiar da língua: galicismo, neologismo;
* Na terminologia científica: daltonismo, reumatismo.


De acordo com o dicionário, ismo, é um sufixo de origem grega e indica origem, crença, escola, sistema, conformação. Ou seja, palavras com essa terminação indicam que uma ideologia é seguida, que existe algo consolidado como regra ou, pelo menos, que se acredita ser uma regra. Assim temos o positivismo, catolicismo, presidencialismo, helenismo, jornalismo, etc. Meu jornalismo opinativo não é uma doença com toda certeza.


Mas que dizer da palavra homofobia?


Homofobia sim traduz a idéia de doença. Não é simplesmente um medo, mas um medo irracional e mórbido. Quando aplicado a qualquer pessoa que discorde da prática sexual entre pessoas do mesmo sexo, torna esse um doente. E mais. Além desse sentido de doença, foi acrescentado a ele o sentido de ódio e de um modo tão vil que para ser homofóbico, basta discordar. Então o indivíduo automaticamente se torna um doente e criminoso que odeia os praticantes da homossexualidade. Em um simples jogo de palavras, tudo vira de ponta cabeça.


Homossexualidade X Homoafetividade


Uma das maiores demonstrações de manipulação mental e social através da mudança de vocabulário está presente na substituição da palavra homossexualidade por homoafetividade. Foi feito como se ambas fossem sinônimos, quando na verdade são conceitos bem diferentes.


Homossexualidade (grego homos = igual + latim sexus= sexo) refere-se ao atributo, característica ou qualidade de um ser — humano ou não — que sente atração física, emocional e estética por outro ser do mesmo sexo. Como uma orientação sexual, a homossexualidade se refere a "um padrão duradouro de experiências sexuais, afetivas e românticas principalmente entre pessoas do mesmo sexo";


Homoafetividade por seu turno se refere pura e simplesmente à manifestação de afeto, ou seja, carinho e amor, por uma pessoa do mesmo sexo.


Ora, a homoafetividade ocorre entre pai e filho, entre mãe e filha, entre irmãos, parentes ou mesmo amigos do mesmo sexo sem que esteja presente qualquer prática sexual. Seria absurdo pensar tal coisa. Afeto eu tive por meu pai e o tenho naturalmente por meu filho. Todavia, praticar sexo com eles seria horrendamente impensável. Transformar em sinônimos essas duas palavras é um crime contra a consciência e contra a verdade.


Afeto é bonito e terno, expressa o sentimento de amor que Deus deu ao homem. Igualá-lo a uma prática condenada ao longo da história por meio de uma troca de palavras é um abuso que já devia há muito ter sido denunciado.


Esse jogo de palavras causa muita confusão. Há casos de jovens que se consideram homossexuais, sem nunca ter tido qualquer relação sexual com pessoa do mesmo sexo. Consideram que o fato de terem grande amizade e apreço por alguém do mesmo sexo já os classifica desse modo. A verdade é que nada é ao acaso. Tudo é friamente calculado. A intenção é confundir.


Homocracia X Democracia


Somos uma democracia, ao menos oficialmente. Em uma definição simplista, governo do povo, pelo povo, para o povo. Como o consenso é impossível, vence a maioria. A vitória de uma minoria agride o sentido da palavra “democrático”.


A maioria do povo brasileiro aprovaria a PLC 122/06? Aprovaria o “kit-gay” nas escolas? Se fosse lhe dado chance, aprovaria a decisão recente do STF de união estável para os homossexuais? Aceitariam a mordaça que da lei de homofobia que criminaliza qualquer pessoa que discorde deles por questões religiosas e de consciência? É óbvio que não. Bastaria um plebiscito para oficializar o que já dizem as enquetes. Se fosse dada uma chance verdadeira do povo se manifestar, com certeza as verbas estatais milionárias e absurdas que as paradas gays e outras atividades do gênero seriam cortadas imediatamente.


Contudo, inúmeras decisões sérias têm sido tomadas em nome de uma minoria contra uma maioria. Uma aristocracia homossexual tem assumido decisões, utilizado verbas públicas, criminalizando pessoas descentes para justificar suas escolhas abomináveis.


Sob a desculpa de um governo laico qualquer padrão moral é taxado de fanatismo religioso. Sim, a população brasileira é cristã, de alguma forma, em sua maioria. E porventura seu cristianismo invalida sua opinião? Pagar imposto pode. Exprimir sua opinião, não pode. Desde quando o laicismo estatal desconsidera um povo por suas crenças? Como já disse alguém, leis ruins são o pior tipo de tirania. Não é esse o nosso caso? A verdade é que os ativistas gays não querem apenas direitos. Eles querem poder.


Erótico versus espiritual


Termino com um texto de A.W. Tozer, um profeta, que como todos os profetas soube captar a essência de seu tempo e expô-lo à luz de Deus. O que ele escreveu há cinqüenta anos mostra sua percepção do verdadeiro conflito que enfrentamos:


O período em que vivemos bem pode passar à história como a Era Erótica. O amor sexual foi elevado à posição de culto. Eros tem mais cultuadores entre os homens civilizados de hoje do que qualquer outro deus. Para milhões o erótico suplantou completamente o espiritual. (...)


Pois bem, se esse deus nos deixasse a nós, cristãos, em paz, eu por mim deixaria em paz o seu culto. Toda a sua esponjosa e fétida sujeira afundará um dia sob o seu próprio peso e será excelente combustível para as chamas do inferno, justa recompensa recebida, e que nos enche de compaixão por aqueles que são arras­tados em sua ruinosa voragem. Lágrimas e silêncio talvez fossem melhores do que palavras, se as coisas fossem ligeiramente diversas do que são. Mas o culto de Eros está afetando gravemente a igreja. A religião pura de Cristo que flui como rio cristalino do coração de Deus está sendo poluída pelas águas impuras que escorrem de trás dos altares da abominação que aparecem sobre todo monte alto e sob toda árvore verde. A.W. Tozer, Erótico versus Espiritual.


Resista verbalmente


Se vamos resistir, resistiremos a partir da linguagem. Os cristãos jamais devem utilizar a palavra “homoafetivo” ou “homoafetividade”. Chame pelo nome verdadeiro – homoerótico ou homossexual. Quando o acusarem ou acusarem alguém de homofóbico, pergunte o que significa isso. Medo de homossexuais? Ódio a homossexuais? Absolutamente não temos. Apenas reprovamos o que a Bíblia reprova.


A mídia já está popularizando a expressão “casal heterossexual”. Essa expressão faz tanto sentido quanto água molhada e fogo quente. Qualquer criança sabe e qualquer dicionário confirma que um casal é macho e fêmea. Desde sempre, em qualquer cultura, em qualquer escrito, religiosos ou não, um casal foi macho e fêmea. Agora porque alguns querem realizar suas práticas sexuais sem serem criticados, subvertem milênios da história humana, não poupando a própria linguagem. Não importa o que duas pessoas do mesmo sexo façam, não importa o que digam, não importa nem mesmo o que outros dirão sobre isso. Eles jamais serão um casal.

Fonte: Julio Severo 

quinta-feira, 28 de julho de 2011

VIDKUN QUISLING PARA PRINCIPIANTES


Vidkun- Eu sou Quisling.
Hitler- E o seu nome?


"Audiência com Hitler" pelo cartunista editorial norueguês Ragnvald Blix (1882-1958), publicado
no jornal sueco Göteborgs liberal Handels-och Sjöfartstidning, 29 de janeiro de 1944.



A piada só faz sentido para quem já sabe que lá na Noruega, desde os tempos da segunda guerra até hoje, QUISLING é sinônimo de traidor. O já célebre revolucionário fascista Anders Behring Breivik está sendo comparado a ele pelos noruegueses.

O motivo dessa comparação? Para quem quizer saber, peço que leia a biografia em um link mais abaixo, cujo texto está em espanhol.  Conhecer um pouco desse colaboracionista dos nazistas também é importante para se compreender o que está ocorrendo na Noruega de hoje, nação para cujo o último 22 de julho de 2011 se tornou tão importante, quanto o 11 de setembro de 2001 para os Estados Unidos.


Ah, o link: BIOGRAFIA DE VIDKUN QUISLING 


A BAIXADA SANTISTA É A REGIÃO METROPOLITANA COM MAIS GRÁVIDAS NO ESTADO DE SÃO PAULO


Baixada Santista tem mais grávidas em SP

Percentual de grávidas com menos de 20 anos também é maior comparado a demais regiões metropolitanas


Um levantamento divulgado ontem pela Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), a pedido da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, mostra que a Região Metropolitana da Baixada Santista tem o maior índice de fecundidade comparada às regiões metropolitanas de São Paulo e de Campinas.


O indicador para a taxa de fecundidade na região chega a 1,79. Entre as comparadas, a menor taxa está em Campinas, com índice de 1,57.


Os dados de 2009 mostram também que a região tem o maior percentual de mulheres que engravidaram com menos de 20 anos. O índice chega a 16,43%. Entre as pesquisadas, 25% têm menos de oito anos de estudo, de acordo com o documento.


Para a Secretaria de Saúde, apesar de a região apresentar índices mais elevados em comparação com as demais regiões metropolitanas, os números acompanham a média do Estado, cuja taxa média de fecundidade é de 1,70 filho por mulher.


Outra perspectiva positiva apontada pela secretaria está na comparação entre os índices registrados em 2000 e os mais recentes, de 2009. Em 2000, a taxa de fecundidade na região estava entre 2,10 e 2,50. Nove anos depois o indicador diminuiu para 1,79.


De acordo com a análise, a diminuição de fecundidade foi particularmente intensa entre as mulheres mais jovens, com idade até 30 anos.


A Diretoria Regional de Saúde de Santos (que atende às cidades de Bertioga, Cubatão, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente) informou, por meio da Secretaria da Saúde do Estado da Saúde, que trabalha em programas de capacitação de profissionais e conscientização de adolescentes para evitar a alta de fecundidade entre as menores de 20 anos.


Desde julho de 2007 a Secretaria da Saúde do Estado reforça a ação do Ministério da Saúde na distribuição de preservativos, DIUs e anticoncepcionais de emergência.


Os programas incluem trabalho de conscientização nas escolas, orientação sobre uso de métodos contraceptivos e distribuição desses materiais, de acordo com a secretaria.

Fonte : http://www.band.com.br/

quarta-feira, 27 de julho de 2011

MEU NOME É NINGUÉM (1973) - BANGUE-BANGUE HISTÓRICO



Esta é uma postagem cinéfila. Caramba, desde o filme OS DEZ MANDAMENTOS, não posto nada sobre cinema aqui. Mas postar o quê, nestes tempos de lixo cultural? Pois então, vejam esse filme italiano em que o famoso Terence Hill - que ainda está na ativa, lá na emissora RAI - e o já falecido Henry Fonda fazem uma inusitada dupla.

Como todo bom
Western spaghetti que se preze, foi filmado na Espanha e tem trilha sonora do Ennio Morricone. Atenção para a famosa cena da chegada do ..... ah, deixa para lá, aí está o filme:


ANDERS BEHRING BREIVIK GANHA SIMPATIA (!?) DE POLÍTICOS EUROPEUS


Apoio a terrorista choca a Europa

Na Itália e na França, políticos manifestam apoio aos ideais de Anders Behring Breivik, o terrorista que matou 76 pessoas na Noruega na semana passada

Redação Época

O horror que Anders Behring Breivik provocou, na sexta-feira passada, ao matar 76 pessoas em Oslo, capital da Noruega, e na ilha de Utoya, terá impacto a longo prazo na Europa. O massacre foi capaz de colocar em destaque o crescimento das ideias extremistas na Europa diante da cada vez maior presença de imigrantes no continente.


O caso mais claro de apoio a Breivik veio da Itália. Na terça-feira (26), o eurodeputado Mario Borghezio, da Liga Norte, partido de extrema-direita aliado ao primeiro-ministro Silvio Berlusconi, escandalizou o país com uma entrevista no programa La Zanzara, da Radio 24 (ouça o áudio, em italiano, no site do jornal La Repubblica). Questionado sobre os atos de Breivik, disse que “compartilhava” ideais com o assassino norueguês, como a percepção de que “a Europa perdeu a batalha com o Islã antes mesmo de enfrentá-lo”. “Algumas das ideias são boas, a não ser a violência. Algumas delas são ótimas”, afirmou.


Os comentários provocaram revolta na Itália e pedidos para que Borghezio pedisse demissão do cargo de eurodeputado. Diante das críticas, políticos importantes da Liga Norte, como o ministro do Interior da Itália, Roberto Maroni, rechaçaram as declarações de Borghezio. Roberto Calderoli, também ministro de Berlusconi, pediu desculpas à Noruega e às vítimas em nome do partido.


Na França, quem causou indignação foi Jacques Coutela, membro da Frente Nacional, outro partido de extrema-direita. Ele escreveu em seu blog que Breivik era "um ícone" e "o maior defensor da Europa". Coutela ainda comparou o terrorista norueguês a Carlos Martel, comandante vitorioso na Batalha de Poitiers, no ano 732, que barrou a expansão muçulmana na Europa. Nesta quarta-feira (27), o porta-voz da Frente Nacional, Alain Vizier, afirmou que Coutela estava suspenso por escrever textos "contrários à política da Frente Nacional". Segundo a Associated Press, Coutela substituiu o texto elogiando Breivik por um no qual condena o terrorista e afirma que as palavras publicadas anteriormente não eram suas, mas de outra pessoa.


Uma das reações de integrantes da extrema direita que mais indignou os noruegueses veio do outro lado do Atlântico. Nos Estados Unidos, o radialista Glenn Beck, ligado à Tea Party, comparou Breivik a Osama bin Laden, mas atacou o grupo de jovens do Partido Trabalhista, do qual faziam parte muitas das vítimas de Breivik, dizendo que eles se comparavam à Juventude Hitlerista, o grupo por meio do qual o ex-ditador da Alemanha Adolf Hitler espalhava as ideias que levaram ao Holocausto e a outros massacres na Segunda Guerra Mundial. A resposta veio por meio de Torbjorn Eriksen, ex-secretário de imprensa do primeiro-ministro da Noruega, Jens Stoltenberg. Ao jornal britânico Daily Telegraph, Eriksen afirmou que as declarações eram um "novo ponto baixo" para Beck. "Jovens ativistas políticos se reúnem em Utoya há 60 anos para aprender sobre e ser parte da democracia, exatamente o oposto do que fazia a Juventude Hitlerista", disse. "Os comentários de Glenn Beck são ignorantes, incorretos e extremamente dolorosos", afirmou.
Premiê prega defesa da democracia


Em entrevista coletiva nesta quarta, Stoltenberg voltou a dizer que seu país "não vai se deixar intimidar pelos ataques" e que a sociedade norueguesa vai se manter firme para defender seus valores. Segundo ele, a resposta à "brutal violência" será a contínua defesa "da liberdade, da tolerância e da democracia". O primeiro-ministro norueguês afirmou também que seu país precisa deixar o momento de tragédia nacional ampliando "a participação política".


Pela mesma linha, Stephen Lennon, chefe da Liga de Defesa da Inglaterra, grupo anti-imigração do Reino Unido, ao qual Breivik manifestou admiração, deu entrevista ao site da TV britânica BBC. Segundo ele, é a falta de plataformas democráticas para que as pessoas com ideias semelhantes se manifestem que está fortalecendo o extremismo. "O que ocorreu em Oslo mostra como as pessoas estão ficando desesperadas na Europa", disse Lennon. "É uma bomba-relógio. Se eles não derem uma plataforma e uma forma de expressar essas emoções de forma democrática, vão criar monstros como esse lunático". O que é preciso saber é se os partidos de extrema direita da Europa conseguirão tornar seu discurso mais democrático, e se a política europeia estará preparada para incluí-los sem ameaçar as bases da democracia.

Fonte: Revista Época

terça-feira, 26 de julho de 2011

27 DE JULHO DE 2011: NO PAT DE ITANHAÉM COMEÇA A PRÉ-SELEÇÃO PARA VAGAS EM FAST FOOD


PAT fará pré-seleção para vagas em empresa de fast food a partir desta quarta-feira (27).

O Posto de Atendimento ao Trabalhador de Itanhaém (PAT) realizará, de 27 de julho a 5 de agosto, pré-seleção e encaminhamento dos pretendentes às vagas de trabalho em empresa de fast food que terá uma loja inaugurada em breve no Município. Os interessados deverão comparecer munidos de currículo com foto na Avenida Harry Forssell, 1.505, no Jardim Sabaúna, das 8h30 às 12 horas e das 14 às 16h30.


Serão disponibilizadas 72 vagas: 70 para atendente de restaurante (não é necessário experiência) e 2 para técnico de manutenção, com experiência em refrigeração e manipulação de máquinas industriais. Para a entrega dos currículos serão distribuídas senhas: 400 unidades no dia 27 de julho, 400 no dia 1 de agosto e mais 400, no dia 3. Após a entrega, o PAT atenderá 160 pessoas por dia, de acordo com a ordem dos números.


Segundo os responsáveis pela empresa, para candidatar-se é necessário possuir os seguintes requisitos: ter entre 16 a 24 anos e ter concluído o Ensino Fundamental ou estar cursando o Ensino Médio. Haverá quotas para portadores de necessidades especiais (grau leve) e para os menores aprendizes, de 14 a 16 anos. É necessário ser residente no Município e possuir o cadastro no programa Emprega São Paulo.


Para o prefeito João Carlos Forssell a instalação da rede de lanchonetes impulsionará o turismo. “Além de trazer mais emprego para o Município, ela ajudará no desenvolvimento e crescimento da Cidade”. 

Fonte: http://patitanhaem.blogspot.com/


Comentário: este munícipe de Peruíbe só pode parabenizar Itanhaém. Dizer o que mais, não é mesmo?

Postagem recomendada:
http://peruibenastrevas.blogspot.com/2011/07/em-junho-de-2011-peruibe-foi-unica.html



segunda-feira, 25 de julho de 2011

1º DE AGOSTO DE 2011 EM PERUÍBE : POSSIBILIDADE DE GREVE NO TRANSPORTE COLETIVO LOCAL


Em estado de greve, motoristas de ônibus e cobradores ameaçam parar em Peruíbe

De A Tribuna On-line

A partir de 1º de agosto, os 20 ônibus da empresa Intersul, responsável pelo transporte coletivo urbano de Peruíbe, poderão ser paralisados por greve dos 80 motoristas e 20 cobradores. Na próxima quarta-feira, às 17 horas, a categoria participa de assembléia, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Santos.

Na manhã de quinta-feira passada, o sindicato paralisou os coletivos, que só voltaram a circular às 13 horas. Em assembléia iniciada ao meio-dia, em frente à prefeitura, a categoria decretou estado de greve.

 “Como não convém paralisar o trabalho no final de semana, deixaremos para segunda-feira. Os trabalhadores têm os salários mais baixos da região, reivindicam aumento dos atuais R$ 1.037 para R$ 1.250. E vale-refeição de R$ 200", diz  Valdir de Souza Pestana, presidente do sindicato.

Além da equiparação salarial, a categoria reivindica participação nos lucros ou resultados equivalente a um salário-base, 30 vales-refeição por mês (inclusive nas férias) e plano de saúde familiar. De acordo ainda com Pestana, a empresa não se manifestou sobre as reivindicações.


Comentário: cara ( se tiver algum cara lendo esta postagem, esse comentário é para ti), eu gosto dessa foto com a palavra GREVE. Também gosto de ver que, mesmo evitando postar sobre certos assuntos polêmicos, acaba sobrando sempre alguma coisa interessante para eu blogar. 

Mas a notícia não é boa? Hora, pode ser que nem tenha greve na próxima segunda, com esse assunto terminando bem. Ah, você acha que eu deveria postar sobre algo, sei lá, motivador, que nos faça ver que Peruíbe é uma cidade "progressista". E este é um blog progressista por acaso? Pô, sou o maior retrógrado desta terra !!! Qualquer leitor fiel meu já sabe disso. Este é o lar da desilusão e de uma total falta de fé em Peruíbe. E ainda falta muito para que esta maravilhosa terra chegue ao fundo do poço !!! 


Otimista que acredita em Peruíbe, este é o lugar errado para ti. Melhor ir visitar sites locais que tratam de turismo e baladas. Se quizer acreditar que vai ser tudo diferente depois de 2012, que a terra do cação, digo, tubarão ( tem mais charme ) evoluirá, tudo bem, que acredite. A esperança é a última que morre ... mas se ela sumir de você, se deixar de acreditar que possa ter um futuro razoavelmente confortável por aqui, então entenderá a razão e o propósito deste blog.

A desilusão é um fator fundamental para que a TERRA DA ETERNA JUVENTUDE volte a ser um bom lugar para se viver !!!

O MANIFESTO DE BREIVIK INCLUIA PORTUGAL NUMA LISTA DE 20 ALVOS




JOANA SOUSA DIAS 

O autor da chacina na Noruega, Anders Breivik Behring, que hoje vai ser presente a tribunal, incluiu Portugal numa lista de 20 alvos que consta do manifesto que publicou na Internet.


Numa lista de 20 alvos, Portugal aparece em 13º lugar e é considerado um país «hostil» para Breivik, sendo a prioridade de ataque «moderada».


No manifesto não faltam referências históricas detalhadas, estatísticas, vários planos de guerra contra a elite marxista/ multiculturalista responsável pela islamização da Europa.
Elite composta por lideres políticos, jornalistas e académicos, por exemplo, no total 400 mil pessoas.


Em Portugal, os traidores a eliminar, especifica o norueguês, são 10.807 mil e também não falta a forma de o fazer: através de atrax, com quantidades especificas, e 21 pessoas para reunir todas as moradas e distribuir cada dose letal.


A quantidade de petróleo e o local onde é refinado no nosso país também não escapa à lupa de Anders Breivik. É, no entanto, a energia nuclear que merece uma atenção especial neste manifesto.


Na página 1025, começa um capítulo em que o autor pensa neste recurso como uma arma de destruição massiva, através do exemplo de Chernobyl. Seguem-se páginas e páginas de detalhes.


Os requisitos para atacar um reactor, meios, estratégias e até o dinheiro necessário. O número de mortos, feridos e pessoas expostas à radiação que podem resultar de um ataque nuclear e até os vários tipos de reactores.


Portugal aparece mais uma vez como um dos alvos deste plano. É identificado o reactor de investigação do Instituto Tecnológico e Nuclear na Bobadela.


No documento lê-se uma citação que Breivik parece levar à letra: «Não há limites, apenas aqueles que nos impomos a nós próprios».


Anders Breivik Behring, que vai comparecer esta segunda-feira a tribunal, pediu para se apresentar de uniforme perante o juiz e para que a sessão fosse pública.


O advogado do autor confesso da chacina na Noruega adianta que Anders Breivik Behring, de 32 anos, deverá explicar as razões que o levaram a cometer estes actos, os mais dramáticos no país desde os tempos da II Guerra Mundial.


Breivik deverá ser acusado da morte de mais de 90 pessoas e arrisca a pena máxima de cadeia, 21 anos.


Joana de Sousa Dias

Fonte: TSF

ANDERS BEHRING BREIVIK FICARÁ POR QUATRO SEMANAS NA SOLITÁRIA

Multidão se aglomerou em frente a tribunal em Oslo, capital da Noruega, onde o terrorista teve a sua primeira audiência


Anders Breivik será mantido sob custódia por um período total de 8 semanas

A Justiça da Noruega determinou nesta segunda-feira (25) que Anders Behring Breivik, autor dos atentados realizados na sexta-feira (22) em Oslo (capital do país) e na ilha de Utoeya, ficará em isolamento total até 22 de agosto. Nesse período ele não receberá visitas, cartas, nem terá acesso a notícias. Ele ficará sob custódia por um período total de oito semanas - ou seja, até 26 de setembro.


Durante a audiência, o suspeito reconheceu os fatos, mas não se declarou culpado e explicou que queria defender seu país e a Europa do islamismo e do marxismo, segundo declarou o juiz à imprensa, ao término da primeira audiência do caso.


Breivik afirmou ainda que tem "outras duas células" em sua organização, como informou o juiz após ouvir o depoimento e decretar sua prisão preventiva. Segundo o acusado, o objetivo dos ataques não era deixar o máximo de vítimas.


A decisão segue, assim, um pedido da polícia. Viola Bjelland, porta-voz da polícia, disse à agência de notícias France Presse que o período é o dobro do habitual, e pode ser solicitado em circunstâncias excepcionais.


O tribunal considerou que, se Breivik não fosse detido, haveria o risco de que provas do caso e as cenas dos crimes pudessem ser comprometidas. Ele também fez declarações que precisam ser checadas - como a de que haveria mais duas células em sua organização de ultradireita.


Depois de detonar uma bomba que matou sete pessoas no centro administrativo de Oslo, Breivik executou um tiroteio em um acampamento de verão da juventude do Partido Trabalhista, na ilha de Utoeya, matando pelo menos 86: o maior massacre feito por um único atirador nos tempos modernos.

Revolução na Noruega

O advogado de Breivik, Gerr Lippestad, havia dito neste fim de semana que seu cliente foi motivado por um desejo de fazer uma revolução na sociedade norueguesa para derrotar as políticas de imigração liberal e a expansão do Islã.


As motivações de Breivik se confirmam ao se levantar que estavam no acampamento muitos imigrantes ou filhos de imigrantes - o governo da Noruega adotou uma política mais aberta nos últimos anos para refugiados.

Fonte : R7 NOTÍCIAS

Comentário: a revolução norueguesa já começou. A Noruega é um país em que os políticos usam transporte público para ir trabalhar. Claro que isso acabou. E por mais que o atual governo de lá diga que a tolerância aos imigrantes não sofrerá abalos, digo que mudanças virão, até como forma de enfraquecer o discurso da direita fascista.

Anders é uma versão ocidental e européia do Osama Bin Laden. Ele não está preocupado com o horror que criou e sofrimento da sua nação. O que importa para ele são os resultados, os quais virão. A bondosa e solidária - até demais - nação norueguesa acabou. Muita coisa terá que ser revista por lá.

Aquele país deu abrigo a um "bom homem", o Mulá Krekar ( cujo nome verdadeiro é Fateh Najmeddin Faraj), um iraquiano de etnia curda, fundador do grupo curdo islamita Ansar al Islam. Ele foi acusado de ser responsável por atentados terroristas no Iraque, país que pediu a sua deportação. Pois bem, esse "bom homem" ameaçou a Noruega de ataques terroristas, caso fosse deportado. Resultado? Ele não foi deportado. 

São pessoas assim que os noruegueses estão dispostos a tolerar em seu território, em nome da tolerância e da democracia? Aceitar que um estrangeiro se comporte assim, ameaçando o próprio país que lhe deu refúgio, só tende a favorecer o radicalismo de pessoas como o terrorista "Viking" Breivik. Sem falar na onda de "estupros étnicos" ( Muslim Rapes ) que tem ocorrido por lá. Mulheres norueguesas têm sido estupradas por agressores que em sua maioria são - serei politicamente correto - imigrantes "não-ocidentais". É melhor eu não dizer mais nada.

Melhor é que eu poste uma tradução sobre esse fato, simplesmente ignorado pela mídia politicamente correta: 

Estuprada em Oslo

O número de estupros na capital norueguesa Oslo é seis vezes maior do que em Nova York. Eu escrevi sobre a questão do estupro e imigração muçulmana tantas vezes que eu estou, francamente, um pouco cansado do assunto. Mas como todos sabemos, os problemas não desaparecem só porque você está cansado de falar sobre eles, então aqui vai.


Houve um aumento explosivo no número de acusações de estupro na cidade de Oslo, mas ambos os meios de comunicação e as autoridades se recusam a nos dizer por que. Eles fizeram isso, no entanto, em 2001, quando dois dos três maiores jornais da Noruega, Aftenposten e Dagbladet, relatou que a maioria dessas acusações de estupro envolvem imigrantes criminosos, o que novamente significa principalmente muçulmanos. Ambos os jornais têm, desde então, convenientemente se "esquecido" sobre isso, e nunca ligadando a questão da imigração muçulmana, embora o número de acusações de estupro tem continuado a subir para níveis históricos. Eles são, portanto, na melhor das hipóteses culpado de incompetência extrema, uma vez que os seus artigos anteriores sobre este tema ainda estão disponíveis online.


Ministro da Noruega de Justiça de 2001 a 2005, Odd Einar Dorum, mencionou o problema em 2001, (...). O número relatado de estupros em Oslo é agora seis - seis! - vezes per capita mais elevada do que em Nova York, mas a mídia se mantém alerta contra a islamofobia.
 
De acordo com Aftenposten, a clínica (voldtektsmottak) no hospital de emergência conhecido como Legevakt nunca teve tantas vítimas de estupro para tratar . Sua capacidade para cuidar deles todos está sendo severamente testada. O número de estupros registrados cresceu vertiginosamente neste ano.
 
Dois dos três acusados ​​de estupro no capital da Noruega são imigrantes de origem não-ocidental de acordo com um estudo da polícia. O número de casos de estupro também está a aumentar de forma constante. Unni Wikan, professor de antropologia social na Universidade de Oslo, em 2001 disse que "as mulheres norueguesas devem assumir a sua parcela de responsabilidade por essas violações", porque os homens muçulmanos encontram provocação na forma como se vestem. A conclusão do professor não era de que os homens muçulmanos que vivem no Ocidente necessitam se ajustar às normas ocidentais, mas exatamente o oposto: "as mulheres norueguesas devem perceber que vivemos em uma sociedade multicultural e adaptar-se a ela."

  

Fonte: THE BRUSSELS JOURNAL


Mais um comentário: ou a Noruega abre os olhos, mudando o que precisa de fato mudar, ou muitos dos seus cidadãos começarão a aplaudir o terrorista Viking, e seguir na prática as suas idéias.

Para ampliar um assunto ignorado pela mídia, visite:

A epidemia do estupro étnico

domingo, 24 de julho de 2011

ANDERS BEHRING BREIVIK POSTOU UM MANIFESTO RADICAL NA INTERNET


O suposto autor do duplo atentado na Noruega, Anders Behring Breivik, que qualificou seu ato de "cruel, mas necessário", colocou na internet um manifesto de 1,5 mil páginas conclamando à violência contra muçulmanos e comunistas.


O longo documento intitulado "2083 - Uma Declaração Europeia de Independência", postado em inglês no dia do atentado duplo, afirmou que a elite europeia, "os multiculturalistas" e os "enaltecedores da islamização" seriam punidos por seus "atos de traição". O texto também declara a "guerra de sangue" contra os imigrantes muçulmanos e os marxistas.


"Nós, a livre população nativa da Europa, por este meio declaramos uma guerra preventiva contra todas as elites marxistas/ multiculturalistas da Europa Ocidental... Sabemos quem vocês são, onde moram e vamos atrás de vocês", diz o texto. "Estamos no processo de apontar cada traidor multiculturalista na Europa Ocidental. Vocês serão punidos por cada ato de traição contra a Europa e os europeus."
Apesar de a polícia não ter confirmado que o manifesto foi escrito por Breivik, seu advogado Geir Lippestad referiu-se a ele e disse que seu cliente trabalhava no texto havia anos. O manifesto está assinado como Andrew Berwick. O uso de um pseudônimo anglicano poderia ser explicado por uma passagem no manifesto descrevendo a fundação, em abril de 2002 em Londres, de um grupo chamado de Cavalheiros do Templo - uma ordem medieval fundada para proteger os peregrinos cristão na Terra Santa depois da Primeira Cruzada.


"Acho que é o último texto que escreverei. Hoje é sexta-feira, 22 de julho, 12h51", terminava o manifesto. Duas horas e meia mais tarde, um carro bomba explodiu em frente do complexo governamental de Oslo, deixando 7 mortos, ao qual seguiu o massacre na Ilha de Utoya, com outros 85 mortos. No total, os ataques deixaram 92 mortos e 97 feridos. O chefe de polícia Sveinung Sponheim disse não haver indicações se Breivik escolheu seus alvos ou se atirou indiscriminadamente na ilha. Ambos os alvos, porém, têm relação com o Partido Trabalhista, que lidera a coalizão de governo.


No manifesto, o suspeito indicou que um ataque era iminente: "Com o objetivo de romper com sucesso a censura da mídia marxista/ multiculturalista, somos forçados a empregar operações mais brutais e de tirar o fôlego, que resultarão em baixas."


O norueguês é ligado a grupos ultradireitistas, fundamentalistas cristãos e islamofóbicos. A polícia e o advogado disseram que Breivik, de 32 anos, confessou ser autor dos dois atentados, mas rejeitou responsabilidade criminal pelo dia que chocou a pacífica Noruega e representou o mais mortal para o país desde a Segunda Guerra Mundial. Ele foi acusado de terrorismo e deve ser indiciado na segunda-feira.


Segundo Lippestad, conhecido por ter defendido famosos neonazistas, Breivik disse ter como motivação para os ataques o desejo de causar uma revolução na sociedade norueguesa. "Ele queria uma mudança na sociedade e, sob sua perspectiva, precisava forçar isso por meio de uma revolução", afirmou. "Ele queria atacar a sociedade e sua estrutura."


Apesar de Breivik ter dito que lançou sozinho o ataque duplo, a polícia realizou neste domingo uma operação em um bairro de Oslo. Sobreviventes do massacre na ilha dizem que havia dois atiradores, e no sábado a polícia confirmou que investigava esses relatos, não descartando a existência de um segundo suspeito.

Fonte : http://ultimosegundo.ig.com.br/

Comentário: o terrorista norueguês Breivik é um sujeito que sem qualquer dúvida, o colaboracionista Vidkun Quisling gostaria de ter tido como filho. Por mais cruel que tenha sido a sua ação, ela provocará uma revolução na sociedade norueguesa, mesmo que esta não seja do tipo que o fascista Breivik espera. A Noruega pacifista acabou, pois terá que mudar sua relação com o mundo. Não bastará combater os extremistas de direita em seu território. Terá que atuar em colaboração com outros países, PEDINDO INCLUSIVE A EXTRADIÇÃO DE FUTUROS TERRORISTAS EXILADOS. Essa nação nórdica deixará de ser vista como bondosa. Terá que ser TEMIDA, o que incluirá também uma necessária repressão a extremistas muçulmanos.

Quanto ao Brasil, a Noruega não precisará se preocupar. Este país jamais dará refúgio a um terrorista escandinavo fascista. Claro que se o fugitivo for um comunista e "ativista", aí o rumo poderá ser outro. Tendo uma ideologia extremista "politicamente correta", o terrorista, digo, ativista, será recebido pelo Brasil como uma mãe, daquela que adora apertar o filho em seus braços amorosos. 


sábado, 23 de julho de 2011

PAPAPAPAPEL / BUILD : CANÇÃO DO THE HOUSE MARTINS / 1987



"PAPAPAPAPEL" ou melô do papel, é como essa canção ficou conhecida aqui no Brasil, justamente quando o grupo The house martins já tinha acabado. A última cena do clip mostra esse fim, com uma coroa de flores e um RIP ( REST IN PIECE / DESCANCE EM PAZ ). O peruibense aqui a cansou de escutar em uma propaganda na emissora Tribuna FM de Santos. Boa lembrança de uma época ..... que não volta. 

Curiosamente, "papapapapel" tocou num período em que Peruíbe era a verdadeira cidade da esperança. As perspectivas eram boas, existia um otimismo, a pobreza era maior mas menos feia: nunca soube de pessoas que tenham passado fome. Não posso dizer o mesmo desta Peruíbe do século XXI, onde predomina o materialismo e uma espantosa falta de piedade. Ocorreu uma regressão, uma involução dos valores. O que tinha tudo para se tornar um município próspero, se tornou uma grande rodoviária, cheia de gente pronta para partir em busca de algum lugar melhor. 


Mas o que essa canção tem a ver com a Peruíbe do presente, a do passado e a de uma profecia que não se concretizou, o famoso sonho peruibense? O clip está logo abaixo. Escute e compreenda:






MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, ECONOMIA, CONSTRUÇÃO CIVIL, POLÍTICA MUNICIPAL, EMPREGO, DESEMPREGO, PERUÍBE RIP, ELEIÇÕES PARA PREFEITO DOMINGO 2 DE OUTUBRO 2016, CANDIDATOS


NORWEGIAN DEFENCE LEAGUE / LIGA DE DEFESA DA NORUEGA DIVULGA NOTA


A Liga de Defesa da Noruega (NDL), organização comprometida com a defesa dos valores culturais noruegueses, divulgou pela internet uma nota referente ao atentado terrorista ocorrido nesta sexta-feira na Noruega. Segue logo abaixo a tradução:

NOTA DA LIGA DE DEFESA DA NORUEGA

É com descrença e tristeza que recebemos a notícia da tragédia no prédio do governo e na ilha.


Nosso objetivo sempre foi o de fornecer informações sobre o conflito entre os valores ocidentais e o islamismo, violência e terror é o meio ... Rejeitamos com firmeza.


Face ao fato de atos terroristas estarem conectados com uma pessoa que é contra o multiculturalismo e do islamismo, é preciso ressaltar que o suspeito nunca foi um membro da nossa organização.


As pessoas que defendem a violência, racismo ou extremismo tem sido e serão banidas da NDL.


Este é em todos os sentidos um revés para o debate na Noruega. Para nós que queremos um debate justo, esta é uma situação que tememos será usada contra nós. Nossos valores são a liberdade de expressão, igualdade, paz e democracia. É nosso medo de que a discussão vai agora acabar em uma pista onde os nossos argumentos são interpretados como ódio e argumentos incoerentes.


Mas hoje é o dia em que as nossas condolências, pensamentos e simpatias estão com sobreviventes, parentes dos mortos, e o povo norueguês.


A NDL condena totalmente os ataques terroristas de 22 de julho de 2011. Uma data que permanecerá para sempre como um dia de luto na história do país.

Site onde foi postada a nota : http://www.siotw.org/

 

ATENÇÃO, ATENÇÃO, PERUIBENSES DESEMPREGADOS : CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL EM ITARIRI / JULHO DE 2011

Pois é, esta é mais uma postagem que visa ajudar os peruibenses que se encontram desocupados ou que estão em busca de empregos de verdade, nos quais os seus direitos trabalhistas serão respeitados. Emprego sem carteira assinada, sem qualquer contrato, documentação reconhecida por lei é um emprego aceitável? É aceitável trabalhar acima da carga horária, sem direito a hora extra, dias de folga e demais garantias? Isso é comum em Peruíbe E NUNCA MUDA. O desemprego elevado até ajuda nessa situação, pois se você não quizer tal emprego, "tem outro que quer". O que é mais fácil para a tua situação melhorar: a cidade mudar OU VOCÊ SE MUDAR?

Para aqueles desinformados de sempre, já aviso que Itariri é aquele município ao qual pertence o distrito de Ana Dias. É só pegar um ônibus intermunicipal da Intersul na Rodoviária - ou uma Van do transporte alternativo, em frente ao posto de gasolina que fica antes do bairro Veneza - e em uma meia hora se chega lá. Simples assim.

Não vou detalhar sobre o concurso. Posto logo adiante o link da empresa responsável, a Moura Melo. Entre lá, e veja se tem algo que possa lhe interessar. Claro, você também pode acreditar que um futuro melhor está chegando, com alguma força política "salvadora" conquistando o paço municipal a partir de janeiro de 2013.  É um direito qualquer munícipe acreditar que esta cidade está madura para mudanças, mas o blogueiro aqui tem o direito de dizer que Peruíbe ainda nem chegou ao fundo do poço. Dias piores virão.



Site da Moura Melo : http://www.mouramelo.com.br/



sexta-feira, 22 de julho de 2011

ANDERS BEHRING BREIVIK = VIDKUN QUISLING?

O sujeito acima se chama Anders Behring Breivik, tem 32 anos e foi o responsável pelo massacre de 80 jovens que estavam acampados em uma ilha norueguesa. Acredita-se que ele também provocou a explosão em Oslo (ocorrida duas horas antes), gerando o que já é chamado na Noruega de o mais importante evento daquele país desde a SEGUNDA GUERRA MUNDIAL. Que tragédia esse Anders provocou !!! E por qual motivo? Qual a razão disso tudo?


Já estão dizendo que ele é da extrema direita (leia-se FASCISTA), e que por trabalhar na agricultura, pode ter tido acesso a fertilizantes e produtos químicos que teriam sido usados na fabricação de explosivos. Ainda não apareceu a razão? Pois então eu explico.


Alguém já ouviu falar do Vidkun Quisling ? Pois bem, esse era o nome de um norueguês que traiu o seu país em 1940, se aliando aos invasores alemães, para depois ser fuzilado pela resistência em 1945. Apesar de todo o ódio que gerou, Quisling conta com seguidores ainda hoje. Uma minoria que, até ontem, PARECIA INSIGNIFICANTE. Acho que os personagens estão relacionados. Se for esse o caso, tempos terríveis aguardam pela Noruega, agora alvo de um terrorismo político de extrema direita, evidentemente uma reação ao crescimento da população de imigrantes e do islamismo por lá.



CORAGEM, POVO DA NORUEGA!!! O MUNDO OS APÓIA!!!

O ATENTADO TERRORISTA NA NORUEGA PODE MUDAR O RUMO HISTÓRICO DAQUELE PAÍS


Por volta das 15.30 horário norueguês, uma bomba explodiu na sede do governo norueguês, onde fica o escritório do primeiro ministro. O centro de Oslo está cercado e a polícia, o exército e os bombeiros estão nas ruas evacuando várias áreas do centro da cidade, onde há suspeita de 2 ou 3 outras bombas.


Já se diz que o dia de hoje é o dia mais importante da história da Noruega, depois da segunda guerra mundial.


Por enquanto 2 pessoas estão confirmadas mortas e muitas feridas. As 17.30 está marcada uma entrevista com o porta voz do governo.

A desinformação impera, numa sociedade homogênea acostumada ao fácil acesso a informacão. O acontecimento de hoje é sem duvida um divisor de aguas na historia da noruega, as vésperas das eleições locais que acontecem em setembro.


Para mais informacões para a imprensa brasileira, entre em contato com Leonardo +47 48 28 06 11.


O prédio do meu trabalho tremeu e ao ouvir o estrondo da explosão corri para a janela, onde vi uma enorme nuvem negra de fumaca e papéis voando pelo céu. Uma imagem assustadora.

Fonte: http://wordpress.pretonobranco.no/

 

Terrorist attack on Oslo






Sol Norueguês




Comentário: a era de uma Noruega "pacata e pacífica", que só atua militarmente em apoio aos EUA pode ter chegado ao fim. Os terroristas, sejam quais forem, criaram condições para a ascenção de uma nova potência militar européia e de expressão global. Os "vikings" não vão deixar isso barato. Quem estudou a história norueguesa do período da segunda guerra mundial, entenderá o que eu estou dizendo.

Contra a ocupação alemã e os colaboracionistas, liderados pelo traidor Vidkun Quisling, a resistência norueguesa foi simplesmente notável e heróica. Os noruegueses, em sua grande maioria, não aceitaram a pregação nazista de que também seriam "arianos da raça superior".

A Noruega e a Segunda Guerra Mundial


A declaração de neutralidade da Noruega pouco significado teve. A 9 de Abril de 1940, forças alemãs atacaram a Noruega. Após uma intensa luta com a duração de dois meses e apesar da ajuda militar concedida pelo Reino Unido e pela França, a Noruega não teve outra opção senão render-se. A Família Real, o Governo e alguns dos dirigentes do Ministério da Defesa e da administração pública partiram para o Reino Unido, juntamente com as tropas aliadas em retirada. Durante a guerra, o governo norueguês desempenhou as suas atividades no exílio.


O recurso mais importante que os noruegueses tinham para oferecer aos Aliados era a marinha mercante norueguesa. Era composta por mais de 1000 navios, agregandomais de 4 milhões de toneladas brutas. No Reino Unido, as unidades militares norueguesas foram estabelecidas novamente dentro de todos os serviços. Participaram nas campanhas navais no Atlântico, no combate que se seguiu à invasão da Europa continental em 1944 e no combate aéreo sobre o Reino Unido e o Continente Europeu. Já para o fim da guerra, os suecos permitiram que a Noruega criasse unidades militares na Suécia. Algumas destas forças participaram nas campanhas contra os inimigos alemães. Esta situação ocorreu depois de uma força soviética ter atacado e libertado uma pequena área da Noruega, na região noroeste de Finnmark, no extremo norte da Noruega. Na Noruega ocupada, a resistência civil crescia de ano para ano. Forças militares secretas também foram constituídas, sendo encaradas como uma ameaça pelos alemães.


A Noruega foi ocupada mesmo até os alemães capitularem em 1945. Quando a rendição ocorreu havia cerca de 400 000 tropas alemãs na Noruega, na altura com uma população de uns meros 4 milhões. A ocupação levou à exploração da economia norueguesa por parte dos alemães, tendo o reino de terror nazi incluído execuções e extermínio em massa, apesar de a uma escala um pouco inferior do que em outros países ocupados.

A Libertação


Já em 8 de Maio de 1945, tropas norueguesas do Movimento de Resistência começaram a conquistar posições ocupadas pelos nazis. Gradualmente, juntaram-se-lhes tropas aliadas e norueguesas provenientes do Reino Unido e da Suécia. A transição entre a ocupação e a presença das forças aliadas foi tranquila. O governo em exílio regressou do Reino Unido e, a 7 de Junho, o Rei Haakon entrou de navio no porto de Oslo, a bordo de uma embarcação britânica.


Os sobreviventes noruegueses começaram a surgir dos campos de concentração alemães. No fim da guerra, 92 000 noruegueses encontravam-se fora do país, 46 000 dos quais na Suécia. Para além dos ocupantes alemães, havia 141 000 cidadãos estrangeiros na Noruega, a maioria dos quais eram prisoneiros de guerra. Destes, 84 000 eram russos.


Durante a guerra, os alemães tinham dominado 40 por cento do PIB norueguês. Além disso, havia também os próprios estragos causados pela guerra. Na região de Finnmark foram consideráveis. Foram destruídas vastas zonas como resultado da política de «terra queimada» que os alemães empreederam durante a retirada. Foram destruídas outras povoações e cidades através de bombardeamento ou incêndio propositado.


Um total de 10 262 noruegueses perderam a vida durante a guerra ou enquanto estavam sob prisão. Cerca de 40 000 foram aprisionados.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

GREVE DA INTERSUL EM PERUÍBE: A QUESTÃO AINDA NÃO FOI RESOLVIDA / JULHO DE 2011


Motoristas e cobradores de ônibus de Peruíbe prometem voltar a cruzar os braços
TvTribuna.com

Na manhã desta quinta-feira (21), motoristas e cobradores de ônibus de Peruíbe fizeram uma paralisação. Os trabalhadores querem aumento salarial de 30%. Caso não cheguem a um acordo com a empresa responsável pelo transporte coletivo na cidade, eles prometem cruzar os braços.


Mais de 7 mil pessoas foram afetadas pela paralisação dos 48 motoristas e 30 cobradores da empresa Intersul, que atende passageiros. Eles náo permitiram a saída dos ônibus da garagem durante toda a manhã.


Os trabalhadores decidiram em uma assembléia em frente a prefeitura que o serviço seria retomado. No entanto, a categoria garante que, se não houver acordo com a empresa, vai entrar em greve.


Além de reajuste no vale-alimentação e plano de saúde, o sindicato diz que o salário em Peruíbe é 30% menor que o pago aos motoristas e cobradores de Itanhaém, que recebem R$ 1.280,00.


Segundo o gerente comercial da Intersul, a empresa vai avaliar as reivindicações dos funcionários numa reunião e depois tomará uma decisão. Na próxima quarta-feira os funcionários fazem uma nova assembléia para avaliar a contra proposta da empresa.

Fonte: http://www.tvtribuna.com/
 

GOOD VIBES, UMA "ASSOMBRAÇÃO DO BEM", APAVORANDO ESTE BLOGUEIRO DAS TREVAS

É, eu encontrei um comentário otimista, feito por um tal de GOOD VIBES (BOAS VIBRAÇÕES), na postagem sobre as futuras instalações das lojas americanas . Segue o comentário dele logo abaixo:

" Quem sabe se não é nessa obra que você critica, que você consiga descobrir o que você faz aqui! Talvez arrume um emprego, faça sua carreira nessa cidade que tão rapido está crescendo! Pois acredito que você tem capacidade! Ou se não vender ICEGURT!


Porque você não faz uma reportagem do que realmente precisa, por exemplo a situação precária da saúde aqui de Peruíbe!!! " 

Se existe algo que eu desaprovo neste blog é COMENTÁRIO OTIMISTA !!! São assustadores e incrívelmente desconectados da realidade peruibense. Pior do que um deles, seria eu ser obrigado a assistir o famigerado vídeo sobre "filtro solar" do Pedro Bial, aquele cara que usa poemas para tentar se afastar do, digamos assim, baixo nível do BBB. Aquilo me assusta, dá vontade de sair correndo. Mas aqui sou sujeito a esse desprazer: ler comentário "do bem", desses tão desprovidos de sentido.


Você, GOOD VIBES, fala de uma "obra que eu critico". Claro, tu estás se referindo à construção das lojas americanas. Caramba, não estou dizendo essa nova rede de Varejo é prejudicial para a cidade, ou algo do tipo. Eu mesmo irei até lá para gastar uns trocados. Quem prestar atenção ao vídeo, entende facilmente o que eu quero dizer. Essa nova empresa gerará empregos, mas não tantos quantos as pessoas esperam. Basta dizer que a futura filial do MACDONAL´DS lá em Itanhaém, terá 140 FUNCIONÁRIOS, o que em parte se explica pelo fato de que funcionará por 24 horas. Já por aqui a oferta de trabalho tende a continuar bem menor.

Emprego eu já tenho, obrigado. Cidade que "tão rápido está crescendo"? Onde? Vá lá em Itanhaém, ou em Praia Grande, para ver o que é crescimento. Peruíbe é o MAIOR ENGANO DA BAIXADA SANTISTA. Isto aqui é na prática, um município VALERIBEIRENSE, tanto por questões geográficas, culturais e até por razões econômicas. Moradores de Itariri e Pedro de Toledo vivem comprando nas lojas peruibenses. Vizinhos da nossa BAIXADA não fazem isso. Quando a estrada Manoel da Nóbrega for duplicada, até Miracatu entrará na nossa zona de influência, pois ao contrário de Registro, aqui tem praia, o que para os valeribeirenses faz uma grande diferença.

Reportagem sobre o setor da Saúde? Já tem quem fala disso, não estou interessado. Prefiro levantar notícias como a da postagem abaixo. Visite, não custa nada:



http://peruibenastrevas.blogspot.com/2011/07/em-junho-de-2011-peruibe-foi-unica.html

Cansei desse assunto, vou tratar de outra postagem sobre a GREVE DA INTERSUL. Saia deste blog das trevas, "assombração do bem" !!!

MOTORISTAS DE ÔNIBUS DA INTERSUL FIZERAM UMA BREVE GREVE


Motoristas de ônibus fazem greve em Peruíbe

De A Tribuna On-line


Motoristas e cobradores dos ônibus municipais de Peruíbe estão em greve desde às 4 horas desta quinta-feira . Segundo o sindicato da categoria, o turno da manhã não saiu da garagem.


Nesta manhã, a situação é tranquila e não há confrontos, de acordo com a Polícia Militar. Uma assembleia está prevista na frente da Prefeitura, às 11 horas. A previsão é de que a paralisação termine por volta das 12 horas.


Entre as exigências da categoria, está a equiparação com os salários e o vale alimentação dos motoristas de Itanhaém e Mongaguá, que ganham R$ 1.280,00. Em Peruíbe o salário é de R$ 1.037,00. Os motoristas e cobradores da Intersul também reivindicam plano de saúde.

Comentário: esse greve durou até o meio-dia, e foi uma chateação para os usuários, o que incluiu o blogueiro aqui. Eu entendo as motivações dos funcionários dessa empresa, mas francamente, e a população? Usuários de ônibus que não podiam faltar em seus locais de trabalho, que tinham vários compromissos e acabaram prejudicados. E então?

É por isso que considero urgente a criação de uma frota de Vans para transporte alternativo aos ônibus municipais. Se passageiros para esse serviço existem lá em Mongaguá, onde existe menor demanda, tenho certeza que aqui também daria certo, o que facilitaria um bocado a vida do nosso povo.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

EM JUNHO DE 2011, PERUÍBE FOI A ÚNICA CIDADE DA BAIXADA SANTISTA QUE TEVE MAIS DEMISSÕES DO QUE ADMISSÕES DE TRABALHADORES


Caged aponta que Baixada Santista ganhou 2.283 postos de trabalho em junho

Carolina Iglesias

Desde o início do ano, junho foi o mês que registrou o maior saldo de empregos gerados (a diferença entre admissões e demissões) com carteira assinada na Baixada Santista.


De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), os nove municípios da região foram responsáveis pela criação de 2.283 postos de trabalho. No acumulado de janeiro a junho, a Baixada foi responsável pela a abertura de 3.455 vagas.


Janeiro, fevereiro e março foram meses que registraram saldo regional negativo, em função do fim da temporada. A partir de abril, o saldo passou a ser positivo mês a mês, ou seja, o número de contratações superou o de demissões.


Santos foi o município que obteve maior saldo de contratações com carteira assinada. Em junho, a cidade gerou 1.338 oportunidades. E, além de despontar grande parte das vagas geradas na região, teve um crescimento muito superior ao registrado no último mês, quando obteve saldo de 160 vagas.


Os setores responsáveis pela maioria das contratações foram serviços, cujo saldo foi de 1.080 vagas e construção civil, com saldo de 261 postos de trabalho.


No ranking entre os municípios que mais geraram oportunidades com carteira assinada, Cubatão ocupa o segundo lugar (356). Praia Grande fechou o mês de junho com saldo de 271 postos de trabalho e Guarujá teve saldo positivo de 197 vagas.


Na sequência aparecem ainda Bertioga (55), São Vicente (40), Itanhaém (39) e Mongaguá (1).


Nas nove cidades da região, apenas Peruíbe registrou saldo negativo (-14), ou seja, o número de demissões ultrapassou o de admissões.


Confira o desempenho da Baixada Santista durante o ano:


Janeiro - (-596)
Fevereiro - (-307)
Março - (-572)
Abril – 1.890
Maio – 757
Junho – 2.283


Fonte: http://www.atribuna.com.br/

Comentário: tradicionalmente, o outono e o inverno em Peruíbe formam juntos um período de recuo social, quando boa parte da população economicamente ativa acaba sendo obrigada a apertar o cinto. A oferta de emprego se retrai, e os que continuam empregados são prejudicados devido a um quase que "congelamento" dos seus salários, já que um maior número de desempregados provoca o barateamento do fator trabalho. Simples questão de oferta e procura.

Até a pacata Mongaguá, a cidade sorriso, teve mais dinamismo, com o surgimento de pelo um posto de trabalho para uma pessoa felizarda. Já por aqui fecharam-se vagas, o que parece incrível em um município que parece - apenas parece - tão próspero.

O fato é que vivemos em uma cidade rica povoada por gente pobre. Depois que partem os veranistas, os belos bairros praianos - mais valorizados - ficam quase que desertos. Já nos subúrbios os moradores são bem numerosos, devido aos elevados custos de moradia nos outros bairros, custos determinados pelos mais diversos fatores, como a maior ou menor proximidade que um imóvel tem da praia. E muitos empregos só existem DURANTE A TEMPORADA, graças aos veranistas.

  Vejamos. Itanhaém depende dos veranistas; Mongaguá depende de veranistas; Praia Grande depende (já não tanto) de veranistas; São Vicente depende de veranistas, mas menos ainda do que Praia Grande; Cubatão (indústrias) não depende de veranistas; Guarujá e Bertioga dependem de veranistas, e Santos .... bem, Santos TEM O MAIOR PORTO BRASILEIRO, e naturalmente depende menos de veranistas do que a nossa Peruíbe. Como explicar que Itanhaém, Mongaguá, Bertioga e o Garujá, QUE DEPENDEM MUITO DO TURISMO DE VERÃO, conseguem gerar empregos nessa época do ano, ao contrário daqui? Como explicar essa contradição, ou melhor, esse baita atraso?

Aff, cansei disso. Escrevo, escrevo, escrevo e o que muda? Nada. Fica tudo na mesma, a ponto de que, já que em Peruíbe NADA MUDA MESMO, estou promovendo uma campanha para que os peruibenses prejudicados pelas estatísticas SE MUDEM DAQUI. Cansou? Se desiludiu? Não aguenta mais? Pois então caia fora, tenha uma boa viagem e faça o favor de nem voltar em 2012, se for apenas para votar.

Ou pode continuar a se desesperar na hora de somar as contas, o que não é vergonha nenhuma, pois vários peruibenses passam por isso a cada mês, e seguir acreditando que em breve vai tudo será diferente, graças a uma futura "eleição salvadora", da qual eu sou cético quanto a bons resultados, pois o eleitorado precisa estar preparado para escolher melhor.  Pois é, acho que é só.


Postagens recomendadas:
http://peruibenastrevas.blogspot.com/2011/06/perdemos-o-trem-do-futuro-esta-um-baita.html

http://peruibenastrevas.blogspot.com/2011/02/mudar-peruibe-ou-mudar-de-peruibe.html