sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

VÍDEOS DO CANAL BRASIL PARALELO (PARA ESTUDANTES SECUNDARISTAS DE PERUÍBE, ITARIRI, PEDRO DE TOLEDO E MAIS ALÉM) - DEZEMBRO DE 2017








BRASIL PARALELO CAPÍTULO 1 - A CRUZ E A ESPADA - BRASIL, A ÚLTIMA CRUZADA




CAPÍTULO 2 - A VILA RICA | BRASIL - A ÚLTIMA CRUZADA




CAPÍTULO 3 | A GUILHOTINA DA IGUALDADE - SÉRIE BRASIL - A ÚLTIMA CRUZADA


MARCADORES: YOUTUBE / CANAL BRASIL PARALELO, HISTÓRIA DO BRASIL, EDUCAÇÃO, ENSINO MÉDIO, ESTUDANTES SECUNDARISTAS DE,  PERUÍBE, PERUIBENSES, ITARIRI, ITARIRIENSES, PEDRO DE TOLEDO, PEDRO-TOLEDENSES, INFORMAÇÃO, FATOS HISTÓRICOS, ESTUDOS DE HISTÓRIA, DEZEMBRO DE 2017

VINICIUS TORRES FREIRE / RECUPERAÇÃO ECONÔMICA É LERDÍSSIMA - DEZEMBRO DE 2017



Outubro virou o mês das bruxas também no Brasil. Tem Halloween. A bruxa também esteve solta no comércio. As vendas caíram muito de setembro de outubro, como a gente acabou de ver. Para piorar, o IBGE, que faz essa pesquisa, disse que os resultados de julho, agosto e setembro na verdade foram um pouquinho piores do que se sabia, depois da revisão da pesquisa.

O que houve? Como o próprio IBGE e muita gente anda dizendo, as pessoas resolveram poupar para gastar no Black Friday de novembro.

Mas o suposto sucesso da Black Friday explica o fracasso do mês do Haloween?

Pode ser. Os economistas do banco Itaú acreditam que o comércio cresceu mais de 2% em novembro, mais do que compensando a queda de outubro. Mas só vamos saber disso com certeza no ano que vem, quando sair a nova pesquisa do IBGE.

Temos alguma outra pista de que outubro pode ser apenas um acidente, que a recuperação econômica, mesmo miudinha, não parou?

Como em tantas vezes na economia, dá pra ver o copo meio vazio e meio cheio.

Em relação ao total do ano passado, as vendas do varejo estão crescendo 1,4%. Se a gente inclui nessa conta vendas de carros e material de construção, o crescimento vai para mais de 3%. Não compensa as perdas do ano passado, mas vamos saindo do buraco.

Agora, as vendas nos supermercados e hipermercados não cresceram nada de setembro para outubro. O pessoal também estava se guardando para comprar tender e peru na Black Friday?

O fato é que, nos últimos doze meses, as vendas nos supermercados apenas pararam de cair. A recuperação econômica é lerdíssima e o consumidor ainda está com medo do futuro. Quem tem algum dinheiro, ainda está com medo.

No entanto, a roda da economia voltou a girar. É difícil de acreditar que algum fator novo tenha começado a fazer as coisas andarem para trás. O total de salários tem aumentado, embora o salário médio seja ruim. Algumas empresas até começam a investir um bocadinho. As taxas de juros caíram.

Em teoria, são motivos para a economia continuar a se arrastar do buracão. Mas este apagão das vendas de outubro deu um susto.




MARCADORES: RECUPERAÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA EM 2017, FIM DA DEPRESSÃO / RECESSÃO ECONÔMICA, VENDAS NO COMÉRCIO VAREJISTA, BRASIL, DEZEMBRO DE 2017

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

ALGUMAS FOTOS DA SESSÃO NA CÂMARA MUNICIPAL DE PERUÍBE, OCORRIDA NO DIA 13 DE DEZEMBRO DE 2017









A Emenda à Lei Orgânica do Município, que proíbe na cidade a instalação de empresas consideradas poluentes, foi reapresentada. Ela novamente não foi votada, e essa questão voltará na Câmara após o recesso de fim de ano, ou seja, em 2018.


POSTAGEM RECOMENDADA: UM RENEGADO PERUIBENSE NO TEMPO DE RESISTÊNCIA, ESCREVENDO O QUE POUCOS QUEREM LER


MARCADORES: EMENDA À LEI ORGÂNICA MUNICIPAL, INDÚSTRIAS POLUENTES, CÂMARA DOS VEREADORES DE PERUÍBE, USINA TERMOELÉTRICA, VOTAÇÃO, SESSÃO, FIM DE ANO, DEZEMBRO DE 2017


quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

VÍDEO DO CANAL TERÇA LIVRE: COMO PENSAM OS CRÍTICOS DE JAIR BOLSONARO? - DEZEMBRO DE 2017




O vídeo acima é do canal TERÇA LIVRE, famoso pelo conteúdo político e filosófico direitista e CONSERVADOR. Considero o conteúdo acima importantíssimo para todos os peruibenses que apoiam o deputado federal Jair Messias Bolsonaro. Já bem antes de 2018 chegar, temos enfrentado hordas de extremistas (as quais nos chamam exatamente disso) e é urgente entendermos como as lideranças oficiais e não-oficiais anti-direitistas pensam, para elaborarmos melhores estratégias de ação.


MARCADORES: BRASIL, ELEITORES BRASILEIROS, ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE 2018, DEPUTADO FEDERAL JAIR BOLSONARO, DEBATES DE IDEIAS, POLÍTICA BRASILEIRA, FACEBOOK, YOUTUBE, CANAL TERÇA LIVRE, CONSERVADORISMO, ESQUERDISMO, VENEZUELA, BOLIVARIANISMO, HUGO CHÁVEZ, MÍDIA, JORNALISMO ESQUERDISTA, EXPERIÊNCIAS PESSOAIS, PERUÍBE, PERUIBENSES, DEZEMBRO DE 2017


terça-feira, 12 de dezembro de 2017

DILMA TENTANDO FALAR MAL DO BOLSONARO EM ESPANHOL - DEZEMBRO DE 2017



Num passado recente acreditava que ex-presidente ("presidenta" era puxa-saquice) Dilma Rousseff, como consequência do vergonhoso (para ela, é claro) impeachment, despontaria rapidamente para o anonimato. Mas a Dilma adia esse futuro inevitável, sendo apenas ela mesma, um figura cômica, que me faz sempre lembrar o que milhões de eleitores foram capazes de fazer pelo Lula: votar numa sucessora COMPLETAMENTE DESPREPARADA PARA O CARGO. Ou vai me dizer QUE VOCÊ (sim, você mesmo!), que votou nessa cidadã, não percebeu que ela jamais teve preparo para governar este país? Mas como o Lulão pediu, não podia sequer pensar, né? COMO HOJE EU RIO DA TUA CARA, E DE MILHÕES DE TANTOS OUTROS! SÓ RINDO MESMO!

 Pois é, a dilminha, o ex-presidente do Uruguai José Mujica e a presidente da associação argentina Avós da Praça de Maio, Estela de Carlotto, participaram na sexta-feira passada (8 de dezembro) de um congresso internacional de sociologia em Montevidéu. E em certo momento, a ex-sucessora do herói máximo da companheirada, resolveu falar mal daquele cara que apavora a extrema-esquerda brasileira, o Jair Messias Bolsonaro. Como sabemos, ela não domina a arte da oratória, e numa fala evidentemente improvisada (as históricas cacetadas dela são resultado de improvisos toscos) ainda caiu no ridículo DE FALAR EM ESPANHOL (!?)

Quer dizer, parece um "portunhol" bem bizarro, e só de ver a cara do Mujica, se percebe o quanto deve ter sido constrangedor para todos os que lá estavam, testemunhar mais um momento "dilmesco", que me faz rir de todos que votaram nela, sem exceção.

E quanto ao Bolsonaro, ganhou novamente uma atenção gratuita, no esquema do "falem mal, mas falem de mim". O mito agradece, e novamente essa senhora chutou o anonimato para longe. 


MARCADORES: DILMA SENDO DILMA, DILMICES, DILMÊS, ESPANHOL, PORTUNHOL, BOLSONARO AGRADECE PELO FALEM MAL MAS FALEM DE MIM, DEZEMBRO DE 2017

domingo, 10 de dezembro de 2017

UM RENEGADO PERUIBENSE NO TEMPO DE RESISTÊNCIA, ESCREVENDO O QUE POUCOS QUEREM LER - DEZEMBRO DE 2017


Tenho insistido várias vezes que um renascimento peruibense (para a qual não basta apenas uma boa gestão na prefeitura municipal) exige a redescoberta, por parte dos peruibenses, da cultura local e de uma região bem próxima (VALE DO RIBEIRA), valorizando o que já é para nós um espaço vital, no qual Itariri e Pedro de Toledo se destacam, por proximidade geográfica. Para ser possível esse renascimento, é necessária uma estratégia para um verdadeiro e funcional desenvolvimento sustentável, que se baseará em questões geográficas, econômicas, culturais e ambientais, as quais pouco ou nada tem a ver com a baixada santista, da qual artificialmente Peruíbe faz parte.

Como já avisei, o radicalismo ecológico contribuirá involuntariamente para o que eu descrevi acima. Com grandes investimentos como o da Termoelétrica sendo barrados, sobrará para Peruíbe reforçar a condição não-oficial de pólo comercial que atualmente atrai vale-ribeirenses de dois municípios próximos. Soube que em breve mais filiais de redes de fast food serão abertas nesta cidade. Ora, esses novos empreendimentos não atenderão apenas aos moradores e veranistas. Itaririenses e pedro-toledenses (e um número crescente de miracatuenses) estarão entre os clientes habituais, contribuindo na integração com a região vizinha.


A emenda do projeto de lei para a proibição de indústrias poluentes em Peruíbe será reapresentada no próximo dia 13 de dezembro, mas acho que esse assunto precisará da realização de um PLEBISCITO. Esse é um assunto muito sério, que decidirá na prática de qual região a terra da eterna juventude fará parte no futuro, e portanto precisa de consulta popular. E sem essa de aqui se tornar a "zona de amortecimento" da baixada (ou seria zona de aborrecimento?). Se este município não se adequar à nova ordem econômica que a região metropolitana terá com a retomada da exploração do pré-sal e (pois é) gás natural, claro que o nosso futuro na RMBS será incerto, pois toda cidade que participa da mesma terá que fazer concessões e sacrifícios, para justificar os recursos que recebe. 

E aos que dizem #usinanão, o meu muito obrigado, deste renegado peruibense no tempo de resistência, o qual escreve o que poucos querem ler.






MARCADORES: TERMOELÉTRICA /  TERMELÉTRICA EM PERUÍBE, ECOLOGIA, AMBIENTALISMO, PROIBIÇÃO DE INDÚSTRIAS POLUENTES NA CIDADE, GRANDES INVESTIMENTOS, PROJETO DE LEI, PLEBISCITO, BAIXADA SANTISTA, VALE DO RIBEIRA, DEZEMBRO DE 2017

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

NATAL NA PRAIA: CONCERTO DA BANDA E CHEGADA DE PAPAI NOEL (VÍDEO E ALGUMAS FOTOS) - 7 DE DEZEMBRO DE 2017





















Com o tema ‘Natal na Praia’, Peruíbe teve ontem, quinta-feira (7 de dezembro) a primeira festividade natalina em anos. O evento tem várias peças alusivas à data, espalhadas por ruas e avenidas, várias delas na Praça da Matriz, onde foi criada a Vila de Noel e um Presépio (um outro foi feito em frente da prefeitura). Nos dias 22 e 23, a partir das 20 horas, será realizada a Parada de Natal, com desfile, danças e encenações.



MARCADORES: NATAL EM PERUÍBE 2017, EVENTO NATAL NA PRAIA, PREFEITURA, ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL, PRAÇA DA MATRIZ, BANDA MUNICIPAL, FESTA NATALINA, PERUIBENSES, PERUIBANOS, ENFEITES NATALINOS, BONECOS, DEZEMBRO DE 2017

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

NATAL NA PRAIA ALGUMAS FOTOS DE ENFEITES NATALINOS - DEZEMBRO DE 2017





PRESÉPIO EM FRENTE DA PREFEITURA






URSOS NATALINOS COM CARTA PARA O PAPAI 
NOEL NA RODOVIÁRIA





MARCADORES: PERUÍBE, ENFEITES NATALINOS, PRESÉPIO NATALINO, NATAL NA PRAIA, PREFEITURA, DEZEMBRO DE 2017


terça-feira, 5 de dezembro de 2017

EMPREGOS TEMPORÁRIOS É O TEMA DO QUADRO SEU DIREITO, VTV SBT - DEZEMBRO DE 2017

7


MARCADORES: MERCADO DE TRABALHO, VAGAS PARA EMPREGO TEMPORÁRIO, FERIADO DE NATAL 2017, REVEILLON 2018 EM PERUÍBE, TRABALHADORES, TEMPORADA DE VERÃO 2017 / 2018 EM PERUÍBE, DEZEMBRO DE 2017

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

DENISE CAMPOS DE TOLEDO / EXPANSÃO EM 2018 PARECE GARANTIDA - DEZEMBRO DE 2017



"O PIB do terceiro trimestre, mesmo com alta de apenas 0,1%, mais a revisão, pra cima, dos dados dos trimestre anteriores, já impulsionaram essas projeções mais otimistas. E novas revisões devem ocorrer. Já se fala em expansão de 1% este ano e até mais de 3% no ano que vem. E não há mágica, manobra, nessas projeções não. A situação começou a mudar com a adoção de uma política econômica mais responsável, que deixou pra trás a Nova Matriz Econômica, do governo Dilma, que com muito intervencionismo, pra estimular a atividade e segurar a inflação, acabou desmontando os principais pilares de sustentação do crescimento com estabilidade, como é o caso do equilíbrio fiscal e a inflação na meta. Só a confiança na gestão mais eficiente da economia, independentemente dos problemas políticos do governo Temer, fez a economia começar a entrar nos eixos. O controle da inflação é um exemplo. O Banco Central, mesmo com recessão, manteve juros altos até ter um comportamento melhor dos preços. Teve ajuda sim da super safra agrícola, com a oferta de alimentos mais baratos. Mas fez a inflação descer ao nível do piso da meta. Mesmo com pressões pontuais agora de preços administrados, como combustíveis, botijão de gás, energia, que neste mês voltou à bandeira vermelha nível um, a inflação continua baixa. O que deve garantir, nesta semana, mais um corte da taxa básica de juros, agora para 7% ao ano, o menor percentual já registrado. É certo que esses aumentos que eu citei de preços, afetam a percepção de que a inflação está, de fato, mais baixa. Mas os índices estão baixos e têm ajudado a melhorar o poder de compra da população. Não fosse isso, o consumo não estaria em alta. A inflação com juros mais baixos, ainda que as taxas do crédito, na média, continuem elevadas, reforçam a perspetiva de expansão mais firme da atividade, especialmente em 2018. Desde que os impasses em torno do ajuste das contas públicas e as incertezas relacionadas às eleições não mexam muito com o humor dos agentes econômicos. Agora, mesmo com esses fatores, a expansão maior no ano que vem parece garantida. Um fracasso na reforma da Previdência, por exemplo, tenderia a pesar mais a partir de 2019, dependendo também do compromisso do novo governo com o reequilíbrio das contas públicas."


MARCADORES: GOVERNO DO PRESIDENTE MICHEL TEMER, CRESCIMENTO DA ECONOMIA BRASILEIRA EM 2018

domingo, 3 de dezembro de 2017

UM CANDIDATO DE "CENTRO" PARA ENFRENTAR O BOLSONARO - DEZEMBRO DE 2017




MARCADORES: LUCIANO HUCK DESISTIU DE CONCORRER AO CARGO DE PRESIDENTE, BOLSONARO PRESIDENTE EM 2018, LULA NÃO SERÁ CANDIDATO AO CARGO DE PRESIDENTE, CLASSE ARTÍSTICA DA TV, GRANDE MÍDIA, REDE GLOBO, POLÊMICAS, CANDIDATO DE CENTRO, MACRON BRASILEIRO, ELEITORADO DE DIREITA, ELEITORADO DE ESQUERDA, EXTREMA ESQUERDA, INTERNET, FACEBOOK, BRASIL, BRASILEIROS, PERUÍBE, PERUIBENSES, VALE DO RIBEIRA, VALE-RIBEIRENSES, DEZEMBRO DE 2017

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

NUMA SESSÃO TENSA, A EMENDA À LEI QUE PROÍBE A INSTALAÇÃO DE INDÚSTRIAS POLUENTES EM PERUÍBE NÃO FOI APROVADA - DEZEMBRO DE 2017
















Numa sessão tensa na câmara dos vereadores que ocorreu na última quarta (29 de novembro), a emenda à lei que proíbe a instalação de indústrias poluentes em Peruíbe, não foi aprovada.

Os quinze vereadores estavam presentes. No momento da votação seis deles se ausentaram, o que impediu que a emenda fosse aprovada por falta de quórum, pois pelo menos dez eram necessários.

Vários munícipes ficaram visivelmente insatisfeitos. Ocorreram muitos gritos, vaias e protestos, mas nenhum dos seis vereadores voltou ao plenário para participar da votação. Como resultado, o projeto "zerou", ou seja, um novo terá de ser apresentado, e até passar por todos os trâmites, já estaremos em 2018.

Francamente, considero que essa questão terá de ser resolvida por CONSULTA POPULAR, algo de que já falei no artigo abaixo:

REFERENDO EM PERUÍBE: SOU A FAVOR (SE A LEI ORGÂNICA PERMITIR)



MARCADORES: CÂMARA DOS VEREADORES DE PERUÍBE, VOTAÇÃO, INDÚSTRIAS POLUENTES EM PERUÍBE, TERMOELÉTRICA, PLEBISCITO / REFERENDO / CONSULTA POPULAR, 2017