terça-feira, 31 de janeiro de 2012

CHINA ENVIA AJUDA ALIMENTAR PARA A CORÉIA DO NORTE



Longos comboios de caminhões chineses com arroz entraram na Coreia do Norte depois que Pequim aceitou, segundo a imprensa japonesa, conceder uma ajuda em alimentos a Pyongyang.


Desde 9 de janeiro, milhares de caminhões transportaram arroz para a Coreia do Norte, que sofre com uma falta crônica de alimentos, anunciou Do Hee-Yoon, membro da Coalizão de Cidadãos pelos Direitos Humanos, Pessoas Sequestradas e Refugiados Norte-Coreanos, um grupo com sede em Seul.


O jornal Tokyo Shimbun informou que depois do anúncio da morte Kim Jong-Il, Pequim decidiu entregar a Coreia do Norte uma importante ajuda em alimentos e energia, um gesto de apoio ao regime norte-coreano no período de transição.

Fonte: http://exame.abril.com.br/



Comentário: a China está ajudando Pyongyang mais por razões políticas do que humanitárias. Kim Jong Eun precisa de um mínimo de estabilidade para se consolidar no poder. O aniversário de nascimento do avô do novo presidente, o falecido "Grande Líder" Kim Il Sung se aproxima - dia 15 de abril - e esse evento contará com distribuição de alimentos para o povo. Em outras palavras, os chineses ajudarão na realização dessa festa que terá - como qualquer outra por lá - um propósito político e doutrinário.

E doutrinação política é algo a que os habitantes da Coréia do Norte são submetidos das formas mais bisonhas possíveis. Vejam esta pérola logo abaixo:







 Vemos aí a propaganda da KUMKOP, uma bebida energética para esportistas. Mas não é um informe publicitário comum, basta ler a legenda, e ver que até nisso SE BUSCA ELOGIAR O FALECIDO KIM JONG-IL !!!


"Produziremos muito mais bebidas saudáveis para que os esportistas exaltem a honra da pátria com as medalhas de ouro." Caramba, até em anúncio de energético na TV de lá se fala em pátria !!!


E para encerrar, um vídeo que mostra como a KCNA entende de propaganda política. Eu "quase" que acreditei nessa choradeira, nesse sofrimento claramente orquestrado:



Tem muito comunista e esquerdista por aí que acredita.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

CAMPEONATO BRASILEIRO DE STRONGMAN EM PERUÍBE 2012



"Mais forte do Brasil" tem apagão de atleta e superação de campeão após doença inusitada


UOL


Em tempos de popularidade do MMA, um evento no último final de semana em Peruíbe apresentou para o público presente um outro tipo de atleta que trabalha atrás do limite de força. O "Homem mais forte do Brasil" ofereceu aos novatos neste universo uma nova perspectiva de espetáculo que mescla um entretenimento popular e participantes impressionando na última linha de performance de seus corpos.


Eles não são propriamente os "gladiadores do 3º milênio", como os ídolos do UFC recentemente passaram a ser tratados. Até porque os gigantes do "Mais forte" não estão exatamente focados em desfigurar um oponente, mas sim em encarar missões de força e resistência de execução "solo".


O campeão do torneio na categoria absoluto (acima dos 100 kg) foi Marcos Mohai, que superou uma doença inusitada nas pernas e 30 dias de cama para conquistar o tetracampeonato de strongman, como a modalidade é internacionalmente conhecida. Convidado para participar do festival de esportes de força de Arnold Schwarzenegger nos EUA, em março, o atleta de Peruíbe sofreu com as consequências de uma inflamação de artérias nas vésperas do evento.


"Sofri com isso nas provas. Foi meu desempenho mais baixo num evento como este", disse Mohai. "Fiquei 30 dias totalmente paralisado na cama, fazendo minhas necessidades em um pinico. Mas Deus colocou a mão e eu consegui estar aqui", comemorou no topo do pódio, falando da exigência da competição e da responsabilidade como idealizador do evento.


Ao longo da programação de provas, vários atletas acusaram o desgaste do flerte com o limite de seus corpos. O próprio campeão Mohai foi ao chão e precisou do balão de oxigênio na recuperação após prova em que caminhou com uma cangalha de 400 kg nas costas, seguido de trecho com uma pedra de 170 kg entre braços e tronco. Outros de seus competidores cambalearam ou foram ao chão.


O maior susto do sábado em Peruíbe se deu com Nilson do Prado. O atleta da equipe de Mogi das Cruzes apagou depois da prova em que o competidor precisa tombar um carro e encarar uma série de viradas com um pneu gigante. Com o atleta deitado no chão, o ambiente do campeonato foi tomado por um clima de apreensão e de semblantes preocupados. No entanto, a rápida atuação da equipe médica fez o gigante levantar e o show continuar.


"Nunca tinha passado por isso, mas foi só um susto", afirmou Nilson, já sorridente de novo, minutos após a queda.


Para a visão leiga, as cenas do homem em seu limite quando exposto a tarefas dignas de um Hércules grego podem impressionar. No entanto, os atletas do strongman dizem trabalhar as consequências de sua atuação com naturalidade. Terceiro colocado na categoria absoluto, Marcos Ferrari ensaiou desabar no chão durante a prova das pedras de concreto. Ao final do evento o competidor de Mogi das Cruzes abordou a questão de forma didática, citando o recurso de controle de respiração.

"Naquele momento, tive que apoiar a bola no meu peito para tentar erguê-la acima do meu corpo. Tenho 1,75 m, e a plataforma estava acima disso. Acabei ficando sem ar", relata Ferrari. "Mas a apneia faz parte de algumas provas. Às vezes você precisa segurar a respiração para executar certos movimentos", explica.


O evento de Peruíbe teve caráter nacional, com a presença do gaúcho Rafael Crestani, como um dos exemplos. Destaque no país do cenário de powerlifting (levantamento de peso), o gigante de 1,84 m e 134 kg estreou em eventos do gênero para testar a reação de seu corpo e com a meta de iniciar um caminho na modalidade.


"Não conhecia muito as provas, vi algumas pela internet. Quero me profissionalizar no strongman, passar a competir", afirmou Rafael, que se saiu bem em provas semelhantes a sua rotina de levantamento, mas acusou dores nas costas em tarefas que exigiam desempenhos mais versáteis.


Após o espetáculo de força de Peruíbe, a expectativa é de que o próximo evento do "Homem mais forte do Brasil" ligado à UBSM (União Brasileira de Strongman) aconteça em junho no Rio de Janeiro.

Fonte: http://esporte.uol.com.br/

PETISTAS, NÃO SE ENGANEM: A OPOSIÇÃO RESSURGIRÁ !!!


O PT, QUE DÁ A OPOSIÇÃO COMO LIQUIDADA, ESTUDA AGORA UM FUTURO CONFRONTO COM OS EVANGÉLICOS

O fato mais importante da semana passada se deu na sexta-feira, em Porto Alegre. Seu protagonista é Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência e olhos, ouvidos e mão — pesada! — de Luiz Inácio Lula da Silva no governo. Carvalho é o homem que guarda os arcanos petistas, os seus segredos, os seus porões. Depois do Babalorixá de Banânia, é quem mais conhece o partido. Transita em todas as esferas, especialmente no mundo sindical — e o sindicalismo nunca foi para pessoas de estômago fraco. O de Carvalho é de avestruz. Não por acaso, ele foi o principal articulador do PT nos eventos pós-morte de Celso Daniel. Foi quem organizou a reação do partido e determinou o papel que cada um deveria desempenhar. Tinha sido braço-direito do prefeito. Segundo irmãos de Celso, confessou-lhes que levava malas de dinheiro do esquema de corrupção de Santo André para o PT — no caso, para José Dirceu. Ambos negam, é evidente. Mas volto.


O evento mais importante foi a palestra de Carvalho a militantes de esquerda no Fórum Social de Porto Alegre. É aquele evento que contou, na sua fase palaciana, com a presença do terrorista e assassino Cesare Battisti, a quem os petistas deram guarida. Para Carvalho, no entanto, “terrorista” é a polícia de São Paulo… Esse foi o trecho politicamente mais delinqüente de sua fala, mas não foi o principal.


Depois de confessar que o governo quer criar uma mídia estatal para a chamada “classe C” — que, segundo Carvalho, não poderia ficar à mercê da mídia conservadora —, ele avançou: é preciso fazer uma disputa ideológica com os líderes evangélicos pelos setores emergentes!


Uau! Não pensem que isso é feito assim, na louca, sem teoria — nem que seja uma teoria aprendida, não exatamente lida. Esse pensamento de Carvalho tem história.


Os petistas, embora não o digam em público, consideram que a oposição está liquidada. Conversei dia desses com um intelectual petista que se mostrava, até ele, escandalizado com a incapacidade da oposição de articular o discurso conservador para se opor ao suposto “progressismo” do PT. Ele também estranhava o que vivo estranhando aqui: será o Brasil a única democracia do mundo com medo dos eleitores que estão mais à direita no espectro político? Pelo visto, sim! Lá na suas tertúlias, os petistas chegam a zombar dessa covardia.


Notem, a propósito, que os únicos momentos em que demonstram realmente alguma aflição e põem as suas hordas na rua é quando temem que a população adira ao discurso da ordem: então mobilizam seus bate-paus para confrontos com a polícia. Assim, podem sair gritando: “Fascistas!” Se e quando a oposição souber falar essa linguagem de modo eficiente e moderno, o PT pode ter problemas. Mas a aposta dos companheiros é que isso não vai acontecer. Tucanos, por exemplo, são reféns de sua “ilustração”.


A outra força

A força que o partido teme é justamente a religiosa. E, no caso, não é a Igreja Católica que os preocupa. Embora tenha cooptado o PRB — o partido da Igreja Universal do Reino de Deus, do auto-intitulado “bispo” Edir Macedo, dono da Record —, o PT sabe tratar-se de uma vistosa, mas pequena parte dos evangélicos. Seguindo os passos da teoria gramsciana, o “partido” tem de se consolidar como um “imperativo categórico”, de modo que toda ação concorra para fortalecê-lo. Mesmo os movimentos de crítica e reação hão de estar subordinados a este ente. Haver organismos, entidades, grupos ou religiões que cultivem valores fora do abrigo do partido é inaceitável.


Os “pensadores” do PT querem começar a criar as condições para limitar ou anular a influência das igrejas evangélicas especialmente nas questões relativas a costumes. O projeto petista se consolida é com a completa laicização da sociedade, sem espaço para a moral privada ou de grupo. Teses como descriminação do aborto, legalização das drogas, união civil de homossexuais, proselitismo sexual nas escolas (nego-me a chamar de “educação” o tal kit gay, por exemplo) tendem a encontrar resistência. E as vozes que lideram essa resistência costumam ser justamente as dos evangélicos. Setores da Igreja Católica também reagem, sim, mas sabemos que a Santa Madre está infestada de esquerdistas de batina (ou melhor: sem batina!).


Ora, conjuguemos as duas propostas de Carvalho, feitas no Fórum Social: ele quer o estado produzindo “informação” para a classe C justamente para disputar almas com os evangélicos. O PT chegou à fase em que acredita que pode também ser “igreja” — e seu “deus”, como se sabe, é o Apedeuta… Os petistas ainda não engoliram o recuo que tiveram de fazer em 2010, no debate sobre o aborto, por causa da pressão dos cristãos.


Os cristãos evangélicos entraram no alvo de médio prazo do PT. Cuidem-se ou serão também engolidos.



Por Reinaldo Azevedo

Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/


Comentário: o evangélico que aparece no vídeo abaixo, embora não se coloque como um opositor do PT, tem tudo para ser um futuro alvo dos petistas. Duvida? Veja o que ele diz:






Malafaia não se intimida. Ele defende o que considera correto, mesmo com grande parte da mídia - alinhada ao discurso do movimento gay - contra. São pessoas como Malafaia que me fazem ter certeza de que a oposição ressurgirá, com muitos votos de evangélicos, que finalmente reconheçam que existe neste país uma ameaça à liberdade religiosa, que terá que ser combatida AFASTANDO O PT DO PODER. 

Isso será inevitável. A oposição ressurgirá, contando com a participação de pessoas como Malafaia - que na atualidade não pode ser definido como um oposicionista - que reconhecerão o fato de que o PT precisa ser afastado do poder, antes que a democracia seja destruída. 



'MINHA CASA MINHA VIDA' É INVIÁVEL PARA FAMÍLIAS DE MENOR RENDA?



‘Minha Casa’ está inviável, alertam empresários


Setor da construção civil pede que o governo aumente o valor das unidades atendidas pelo programa habitacional


Lu Aiko Otta, de O Estado de S.Paulo




BRASÍLIA - O programa Minha Casa Minha Vida praticamente não existiu em 2011 para as famílias de baixa renda e seguirá o mesmo destino em 2012 se o governo não elevar os valores das unidades atendidas. A avaliação é do empresário Eduardo Aroeira Almeida, sócio-diretor da Apex Engenharia, que atua no segmento popular no Distrito Federal. "Acho que essa é a avaliação geral, pelo que tenho conversado com empresários de outros Estados."


Para empresários da construção civil, a alta dos preços dos imóveis, associada ao aumento das exigências como adequações para idosos e deficientes físicos inviabiliza a construção de unidades. Paradoxalmente, segundo Almeida, o próprio lançamento do Minha Casa Minha Vida provocou a especulação imobiliária. "Apartamento que eu vendia por R$ 90 mil no início hoje está por R$ 170 mil." O preço médio da moradia destinada a esse público subiu de R$ 42 mil para R$ 55,2 mil. Nos municípios da região metropolitana do Estado de São Paulo e Distrito Federal, o limite é de R$ 65 mil.


No caso da capital federal, em particular, o preço dos terrenos é tão elevado que não foi construída nenhuma unidade destinada às famílias com renda de até três salários mínimos. "O Distrito Federal é limitado na oferta de terrenos, pois há grande dificuldade na legalização de terras", explica o vice-presidente do Sinduscon-DF, Paulo Muniz.


Um microempresário que não quis ser identificado conta que construiu três unidades na periferia de Formosa, já fora dos limites do DF, em Goiás, com o intuito de vendê-las por meio do programa. Não teve sucesso porque a rua não era asfaltada, como exige a Caixa Econômica Federal. Depois disso, desistiu da carreira de empreiteiro. "Hoje, um lote em área não muito boa aqui em Formosa não sai por menos de R$ 80 mil, então não dá para enquadrar", explica.


O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Paulo Safady Simão, concorda que construir para o Minha Casa Minha Vida tornou-se inviável em alguns locais. "Mas depende da região", diz. "Em algumas cidades, os limites do Minha Casa Minha Vida são suficientes." Ele informa que o aumento do valor das unidades está em discussão com o Ministério das Cidades, responsável pelo programa.


"Mas não dá para ficar 100% em cima do governo federal", defende. "Os Estados e as prefeituras têm de entrar." Isso já ocorreu em São Paulo, onde o governador Geraldo Alckmin e a presidente Dilma Rousseff assinaram este mês um convênio no valor de R$ 8 bilhões para construir em parceria 97 mil casas e apartamentos para famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil.


O governo paulista vai doar R$ 20 mil por unidade, em adição aos R$ 65 mil alocados pela União, de forma a viabilizar a construção dessas habitações. Segundo Simão, processo semelhante ocorre em Belo Horizonte (MG), onde a prefeitura vai entrar com os terrenos.


A secretária Nacional de Habitação do Ministério das Cidades, Inês Magalhães, informa que não há, no momento, discussão para novo reajuste no preço de imóvel ou redução de tributo para a indústria da construção. "Não dá para o valor final mudar sempre. O município pode estabelecer zonas especiais para assegurar um melhor preço do terreno e as empresas melhorarem o processo industrial para ganharem eficiência", frisa.


Crescimento. Em meados do ano, Dilma poderá elevar a meta de construção do Minha Casa Minha Vida, dos atuais 2 milhões de unidades para 2,6 milhões até o fim de 2014. O programa é uma das principais apostas para manter a economia aquecida em ano de crise internacional. A presidente quer uma taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) entre 4% e 5%. O Fundo Monetário Internacional (FMI) projeta 3% e o mercado financeiro estima 3,27%. "Neste ano, o programa será um dos grandes instrumentos para aumento do investimento e para geração de empregos", diz Inês Magalhães.


É justamente por causa da importância do programa para a estratégia de crescimento econômico que o empresário Almeida acredita em um reajuste nos valores das habitações. "Eles contam com a construção civil para atravessar a crise, mas para isso o Ministério das Cidades vai ter de ser mais ousado na definição das faixas", aposta. "Se ficar como está, o Minha Casa Minha Vida vai parar no DF."


(Colaborou Edna Simão)


Fonte: http://economia.estadao.com.br/

  

domingo, 29 de janeiro de 2012

PERUIBENSE CONCURSEIRO, VAI TER CONCURSO PÚBLICO DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO, AINDA EM 2012



O Governo do estado de São Paulo faz saber aos interessados que realizará concurso para Secretaria de Educação, visando preencher 9.932 vagas em cargo de Agente de Organização Escolar, que exige nível médio completo e conhecimentos de informática.


A remuneração do cargo será de R$ 800,00, por jornada de trabalho de 40 horas semanais. Edital reserva 5% do total de vagas aos candidatos portadores de deficiência.


Inscrições


As inscrições ficarão abertas, exclusivamente, via Internet, no período de 14 a 26 de março de 2012, pelo site http://www.vunesp.com.br/. A taxa de inscrição custará R$ 22,90.

Provas


O Concurso constará de Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, a fim de avaliar o grau de conhecimento teórico do candidato necessário ao desempenho do cargo, mais avaliação de títulos de caráter classificatório.


A confirmação da data e as informações sobre horário e local de Prova serão divulgados oportunamente através de Edital de Convocação a ser publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, e no site http://www.vunesp.com.br/, sendo de inteira responsabilidade do candidato seu acompanhamento, não podendo ser alegada qualquer espécie de desconhecimento.


O prazo de validade do Concurso Público será de 2 anos, contados a partir da publicação da homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Secretaria da Educação. O edital completo será disponibilzado em breve.

Fonte: http://www.acheconcursos.com.br/




Comentário: muitos peruibenses que sofrem com o deficiente mercado laboral de Peruíbe já visitaram este blog e postagens similares, semelhantes a esta. Escrevi muito sobre a necessidade do peruibense desempregado em buscar autonomia do sistema econômico - e político - deste município, através da busca por oportunidades no setor público, oportunidades que devem ser conquistadas com esforço pessoal e sacrifício, oportunidades que lhe darão condições de sobrevivência dignas.


Oportunidades como a desse concurso são raras mas estão por aí, para serem aproveitadas pelos que se esforçam. Seja como um lobo solitário e aproveite essa chance, que está ao alcance de quem se prepara. 



sábado, 28 de janeiro de 2012

CANÇÕES QUE ESTE PERUIBENSE RECOMENDA PARA O CARNAVAL EM PERUÍBE 2012




Canção da Pochonbo Electronic Ensemble



Enya - Caribbean Blue



Vangelis - Last of the Mohicans (não é canção, mas já serve)

Ah, você entrou aqui pensando que ia encontrar marchinhas para curtir o carnaval de 2012 em Peruíbe? TE ENGANEI !!! Olha a imagem que eu coloquei na postagem. Eu ODEIO CARNAVAL, ainda mais na cidade em que moro. Puro lixo cultural, que eu já analizei anteriormente:

 O CARNAVAL E A MICARETA DE PERUÍBE/2011 ESTÃO CHEGANDO, PARA EMPORCALHAR ESTA CIDADE 


sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

16°C NA NOITE DE 27 DE JANEIRO DE 2012, E ESTAMOS NO VERÃO


Só para registrar, esta é uma fria noite de verão em Peruíbe. Neste momento faz uns 16° C. Só estou escrevendo isso devido a facilidade com que os peruibenses se esquecem das baixas temperaturas. Em 2011 ocorreu por aqui o inverno mais rigoroso desde os anos noventa e tem gente que acha que não teve frio.  

Fica o registro de uma noite estranha em um verão incomum, com temperaturas abaixo da média ( pois é, cadê o aquecimento global? ) e muita umidade.

REINO UNIDO ESTÁ MAIS PREOCUPADO COM GAYS VENEZUELANOS DO QUE COM OS DIREITOS FUNDAMENTAIS DE OUTROS CIDADÃOS DAQUELE PAÍS



Venezuela: Polícias recebem formação para proteger direitos da comunidade homossexual e transexual




Caracas, 27 jan (Lusa) - A Venezuela iniciou na quinta-feira uma ação de formação policial orientada para a promoção dos direitos humanos dos homossexuais e transexuais, uma iniciativa que contou com o apoio da embaixada britânica em Caracas.


A primeira ação de formação teve lugar na localidade de San Juan de los Morros, capital do estado venezuelano de Guárico (150 quilómetros a sudoeste de Caracas), com base numa resolução Ministério de Interior e Justiça da Venezuela.


Segundo José Merentes, coordenador geral da Associação Civil União Afirmativa, a ação esteve centrada em consciencializar os polícias para o facto dos homossexuais e transexuais serem "cidadãos com os mesmos direitos que a demais população" e que, por isso, "não devem ser discriminados em qualquer instância e muito menos dentro dos corpos da polícia".


Fonte: http://sicnoticias.sapo.pt/


Comentário: pergunto se Londres sabe que a Venezuela é um país onde os DIREITOS CIVIS costumam ser desrespeitados pelo próprio governo. A violência política é constantemente praticada pelos Chavistas, mas o que importa para a embaixada britânica em Caracas é impor a agenda gay naquele país. 

QUE TAL APROVEITAR ESTE MOMENTO E ESQUECER DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2012 EM PERUÍBE?

O ano de 2012 ainda só no começo e você já está se aborrecendo  com as eleições municipais em Peruíbe? Cara, esfria a cabeça e trate de ocupá-la com algo saudável.





A tua vida é isso? Política municipal de manhã, tarde e noite, e nem político tu és? Assista a e esse vídeo de animação com areia e relaxe um pouco.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

SE ESTE BLOGUEIRO DE PERUÍBE FOSSE PETISTA, DEDICARIA ESTA CANÇÃO AO COMPANHEIRO LULA


OS PETISTAS LOUVAM TANTO AO LULA, QUE DEVERIAM ELOGIÁ-LO COM CANÇÕES TÃO GRANDIOSAS QUANTO ÀS DA CORÉIA DO NORTE



Clique CC, leia a legenda e curta essa maravilha escrita para um povo politizado !!! O Lula bem que merecia uma canção desse nível. Falta pouco para o Brasil chegar nisso: "Não podemos existir sem você, camarada Kim Jong-il! A pátria não pode existir sem você!" 

O chato é que neste ano de 2012 só ocorrerão eleições municipais e canções ufanistas - e lulistas - como essa só irão aparecer em 2014. Uma pena, POIS ESTE PERUIBENSE TERÁ QUE ESPERAR ATÉ LÁ !!! Triste.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

PATINADORES DA CORÉIA DO NORTE CHORAM AO RECEBER "PRESENTES" ENVIADOS PELO FALECIDO KIM JONG IL






As legendas no vídeo e a choradeira do participantes já dizem tudo. Só a turma do PC do B para achar que esse regime é um exemplo para o mundo, exemplo de uma choradeira que não para. Vejam o que o jovem patinador diz, e concluam se ele não teve que decorar um belo texto patriótico e de glorificação ao falecido querido líder.


Coréia do Norte é isso aí.

CAGED: TRÊS CIDADES DA BAIXADA SANTISTA LIDERAM CRIAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS



 Santos lidera criação de empregos formais no Estado


De A Tribuna On-line


A Baixada Santista fechou o mês de dezembro com 2.030 novos postos de trabalho formais. Em todo o Estado de São Paulo, três cidades da região foram as que mais tiveram oferta de novas vagas. Santos lidera a lista, com 936 novas vagas, seguida de Guarujá, com 675. Em terceiro lugar aparece Bertioga, com 507 vagas formais.


Ainda entre as 10 primeiras cidades paulistas, Mongaguá surge em 7º lugar, com 129 novos postos de empregos formais. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgadas nesta terça-feira pelo Ministério do Trabalho.


Outras cidades da Baixada Santista também fecharam o mês com saldo positivo: Itanhaém teve 85 novos postos de emprego; Peruíbe contabilizou 35 novas vagas e São Vicente, com apenas três postos. Praia Grande e Cubatão são as únicas da região que aparecem no vermelho. As duas cidades encerraram o mês com saldo negativo. Em Praia Grande, o número de demissões (1.799) foi maior que o de contratações (1.553), assim como em Cubatão, que teve 1.407 demitidos e 1.313 admissões.


O resultado de dezembro em todo o estado foi negativo, com declínio de 1,18% na criação de empregos. Em todo o País, houve redução de 408.172 postos de trabalho, representando uma queda de 1,08%, em relação ao estoque de dezembro de 2010.


Geralmente, segundo o Ministério do Trabalho, há mais demissões do que contratações no último mês de cada ano. O setor que mais fechou vagas no último mês de 2011 em São Paulo foi o da Indústria de Transformação, com menos 50.802 postos.


Balanço do ano


Ainda segundo os dados do Caged, a criação de empregos formais no Brasil em 2011 - com 1,94 milhão de postos - registrou queda de 23,5% em relação a 2010, quando foram abertas 2,54 milhões de vagas.


Apesar da queda, o número representa o segundo melhor resultado da série histórica, que começa em 1992.


O Estado de São Paulo obteve o melhor desempenho do País, com 551.771 novos postos. Tal expansão foi oriunda principalmente da geração de empregos nos setores de Serviços (295.454 postos), do Comércio (126.644 postos), da Indústria de Transformação (42.301 postos) e da Construção Civil (41.191 postos).

Fonte: http://www.atribuna.com.br/

 

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PERUÍBE ABRE PROCESSO SELETIVO PARA 226 VAGAS



A Prefeitura de Peruíbe, no litoral sul de São Paulo, divulgou edital de processo seletivo para 226 vagas temporárias em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários vão de R$ 672 a R$ 1.968.


Os postos de nível superior são para professor de educação básica I, professor de educação básica II nas disciplinas de língua portuguesa, matemática, história, geografia, educação física, inglês, arte, educação especial (DM), educação especial (DA), educação especial (DVv), professor substituto de educação básica II – educação física e professor substituto de educação básica.


As vagas de nível médio são para inspetor de alunos, secretário de escola, agente de desenvolvimento infanto-juvenil e tradutor e intérprete da libras.


Os cargos de nível fundamental são para motorista e auxiliar de transporte.


As inscrições devem ser feitas entre os dias 25 e 31 de janeiro pelo site www.viclamtreinamento.com.br/.A taxa é de R$ 10 para nível fundamental, R$ 13 para nível médio e R$ 15 para nível superior.


As provas objetivas serão realizadas no dia 12 de fevereiro. Os locais e horários serão divulgados posteriormente.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

CONCRETO CONTAMINADO PELA RADIAÇÃO DE FUKUSHIMA FOI USADO EM CONSTRUÇÃO NO JAPÃO


Concreto Radioativo é o Mais Novo Pesadelo Para os Sobreviventes de Fukushima

19 de janeiro de 2012


O governo japonês está investigando como concreto radioativo foi parar em um novo complexo de apartamentos na Prefeitura de Fukushima, onde foram assentados os evacuados da cidade perto da destruída usina nuclear.

A contaminação foi descoberta quando leituras de radiação em crianças na cidade de Nihonmatsu, cerca de 40 km dos reatores de Fuksuhima Dai-ichi, revelou que um estudante do ensino médio tinham sido exposto a 1,62 milisieverts em um período de três meses, bem acima do limite anual estabelecido pelo governo de 1 milisievert. As investigações indicaram que a radiação vinha do prédio de três andares onde o estudante mora, onde as autoridades detectaram césio radioativo no interior do concreto.

O cascalho utilizado no concreto veio de uma pedreira na cidade de Namie, localizado a poucos quilômetros da usina Fukushima. Apesar de Namie ficar dentro da zona de exclusão de 12 milhas determinada pelo governo, ela não foi totalmente fechada até o final de abril, ou seja, o cascalho foi exposto à radiação emitida da planta de Fukushima durante todo esse tempo.

O proprietário da pedreira disse ter enviado 5.200 toneladas de cascalho para 19 empresas diferentes, das quais duas disseram ter vendido o material para 200 empresas de construção. O Ministério da Economia, Comércio e Indústria lançou uma investigação para determinar onde o cascalho foi usado.


Fonte: este texto é uma tradução de um artigo da ABC NEWS publicada no blog RCESAR.NET

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

UMA PESQUISA DESSE TIPO JAMAIS SERÁ FEITA EM PERUÍBE, E UM AVISO: E MAIS FÁCIL VOCÊ MUDAR DE PERUÍBE DO QUE PERUÍBE MUDAR .... DE LUGAR


Maioria dos paulistanos mudaria de cidade, afirma pesquisa


Segundo o estudo, itens piores avaliados foram a transparência política, a acessibilidade para pessoas com deficiência e a desigualdade social


Agência Brasil | 18/01/2012




A maioria dos paulistanos não está satisfeita com a sua cidade e mudaria para um lugar melhor se tivesse a oportunidade. A constatação é de uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela Rede Nossa São Paulo, entidade formada por 649 organizações não governamentais, associações de bairro e grandes empresas. De acordo com o levantamento feito pelo Ibope, 56% das pessoas entrevistadas gostariam de deixar a cidade. Em 2010, o percentual foi 51%.


Dos 169 itens de referência avaliados pelo estudo, 74% (125) foram colocados abaixo da média pelos 1,5 mil entrevistados. As piores avaliações foram para os itens relativos às áreas de transparência e participação política, acessibilidade para pessoas com deficiência e desigualdade social.


Sobre a segurança, a pesquisa mostra que houve piora na percepção dos paulistanos: 35% acham a capital paulista um lugar “nada seguro para se viver”. Em 2010, o número era 24%. Para 54% a cidade é pouco segura, 10% consideram segura e 1% muito segura.


O assalto é um dos maiores temores para 69% dos paulistanos. Em seguida, vem a violência “em geral”, com 67% das respostas, em sexto lugar estão os alagamentos com 19%.


O levantamento foi conduzido pelo Ibope, com questionários que foram respondidos por um público que, em sua maior parte (51%), ganha até dois salários mínimos per capita, 21% acima dessa faixa e 19% declararam não ter renda própria. Mais da metade (54%) se declararam branco, 15% pretos e 32% pardos. Em relação à escolaridade, 38% têm o ensino médio, 22% ensino superior e 21% fizeram até a quarta série do ensino fundamental.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/


Comentário: pesquisas sobre as eleições municipais em Peruíbe serão várias a serem realizadas neste ano de 2012. Mas eu DUVIDO que uma desse tipo será feita. Qualquer peruibense que não se ilude sobre a situação real desta cidade, sabe qual seria o resultado de um estudo desse tipo, se fosse feito aqui, QUE "NÃO SERIA BOM", POIS IRIA "QUEIMAR O FILME" DE PERUÍBE. Pois é, quem duvida que faça a sua própria pesquisa, com amigos e parentes que moram neste lugarejo. Ah, não se esqueça dos vizinhos - aqueles com quem você conversa, é lógico - e colegas de trabalho.


Basta uma oportunidade, uma boa oportunidade, e o peruibense mais improvável (daquele que sempre se declarou apaixonado por esta terra) dará uma banana para Peruba City, e reconhecerá a fragilidade do argumento de que é preciso "MUDAR PERUÍBE", algo que não tem muito sentido para mim. Mudar PERUÍBE PARA ONDE? Litoral norte, Paraná ou Vale do Ribeira? Olha, eu acho que é mais fácil você, que está insatisfeito, mudar daqui do que este município "sair do lugar".


Na atualidade, este município só melhoraria SE ELE FOSSE MUDADO DE LUGAR (claro, isso atrairia turistas de todo o planeta, o que seria uma maravilha), o que é improvável, se considerarmos o atual grau de desenvolvimento tecnológico da humanidade. Desculpa, sinto muito, mas não dá. Do meio de Iguape e Itanhaém é impossível este município sair e em 2013 VAI CONTINUAR TUDO COMO ESTÁ. Eu sinto muito ... cara, você está doido da vida por ter lido isso, né? Pô, brincadeirinha.



Sei que deste tipo de piada só eu acabo rindo, mas por acaso estou interessado em alimentar falsas esperanças?

E digo mais, agora sem piadas: ainda nesta década Peruíbe terá que escolher entre realidade da pobreza - Vale do Ribeira - ou o delírio da riqueza imaginária – Baixada Santista. Vai ter que escolher, para traçar um projeto de desenvolvimento lúcido e eficiente.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

CONCURSO PÚBLICO PERUÍBE 2012 FINALMENTE? AINDA NÃO, MAS TEM ESSE FILME: A CÂMARA 36 DE SHAOLIN




Pronto, desta vez o blogueiro despirocou. O que um filme chinês de kung fu tem a ver com concurso público em Peruíbe? Não tem a ver DIRETAMENTE com o futuro concurso, mas com todo concurseiro peruibense veterano de guerra que sabe do imenso desafio que o aguarda. Você está preparado?


Sim, estou escrevendo para ti, que sofre tanto POR NUNCA CONSEGUIR UM MEIO DE SUBSISTÊNCIA DIGNO NESTA CIDADE. Sabe que uma grande oportunidade está chegando, oportunidade que pode ser a diferença entre permanecer em Peruíbe ou se despedir de familiares na rodoviária. Falo de uma chance que este município poderá levar anos para te dar novamente. E então, está preparado?


Ah, quer saber do filme? "A Câmara 36 de Shaolin" conta a história de San Te, um homem simples que se vê na necessidade de lutar contra os invasores manchus que controlavam a China. Para isso ele procura treinar na melhor de todas as escolas: o Templo Shaolin. O filme é cheio de métodos interessantes de treinamento e muita filosofia ... pois é .... filosofia, que muitos peruibenses desprezam, adeptos da famosa excrescência "Não é hora de filosofar, mas de agir."


Assista, e reflita sobre o quanto está preparado.


Texto recomendado: PERUÍBE: DEVEMOS ESPERAR POR TEMPOS MAIS DIFÍCEIS



terça-feira, 10 de janeiro de 2012

ENCHENTES E DESLIZAMENTOS NO BRASIL EM 2012

CONCURSOS PARA PERUIBENSES: CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL EM BARRA DO TURVO / 2012



A prefeitura de Barra do Turvo, estado de São Paulo, abriu concurso público para provimentno de 161 vagas em cargos de todos os níveis de formação (fundamental, médio e superior).


Salários variam entre R$ 551,40 e R$ 8.000,00.

Vagas abertas


Oportunidades são para cargos de Agente Comunitário de Saúde de ESF(06), Agente de Controle Interno(01), Ajudante de Obras e Serviços(02), Analista de Recursos Humanos(01), Arquivista(01), Assistente Administrativo(03), Assistente de Departamento Jurídico(01), Assistente Social(02), Auxiliar Administrativo(05), Auxiliar de Consultório Dentário de ESF(01), Auxiliar de Farmácia(01), Auxiliar de Serviços Gerais(11), Carpinteiro(01), Cirurgião Dentista(01), Cirurgião Dentista de ESF(01), Contador(01), Coveiro(02), Cozinheiro(09), Cuidador de Idoso(04), Eletricista(01), Enfermeiro(02), Enfermeiro de ESF(04), Enfermeiro Psiquiátrico do NASF(01), Engenheiro Civil(01), Farmacêutico(01), Fiscal de Tributos(01), Fisioterapeuta(01), Fonoaudiólogo(01), Gestor de Planejamento e Desenvolvimento(01), Horticultor(02), Inspetor de Alunos(13), Médico(02), Médico de ESF(04), Monitor de Ações Culturais e de Turismo(01), Monitor de Informática(03), Motorista(04), Motorista do ESF(04), Nutricionista(01), Pedagogo(01), Pedreiro(02), Procurador(01), Professor de Ensino Básico I – Educação Infantil(07), Professor de Ensino Básico II - 1ª a 5ª séries do Ensino Fundamental(10), Professor de Artes(01), Professor de Educação Física(01), Professor de Inglês(01), Psicólogo(02), Psicólogo do NASF(01), Psicopedagogo(01), Secretário de Escola(02), Técnico de Raio X(01), Técnico em Contabilidade(01), Técnico em Enfermagem(06), Técnico em Enfermagem de ESF(05), Técnico em Meio Ambiente(01), Telefonista(02), Terapeuta Ocupacional - NASF(01), Tesoureiro(01), Veterinário(01), Vigia(05), Viveirista(04) e Zelador(01).


Do total de vagas, o edital reserva 5% aos portadores de deficiência.


Inscrições e Exame


As inscrições devem ser feitas no período entre 16 e 31 de janeiro de 2012, via interent no site http://www.rboconcursos.com.br. Se o candidato optar em fazer sua inscrição presencial, deverá dirigir-se pessoalmente, ou por seu procurador, ao Posto de Inscrição, lotado na Prefeitura Municipal, localizado Av. 21 de Março nº 304, Barra do Turvo-SP. As taxas variam de R$ 15,00 a R$ 40,00.


O concurso compreenderá provas objetivas, provas práticas e avaliação de títulos. A convocação para a Prova Escrita Objetiva será afixada no quadro de avisos da Prefeitura Municipal, e divulgada nos sites http://www.barradoturvo.sp.gov.brhttp://www.rboconcursos.com.br a partir do dia 10 de fevereiro de 2012, contendo informações quanto ao horário e local de realização da prova.


O prazo de validade do concurso Público será de dois anos, contado a partir da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, segundo interesse da Administração.


Fonte: http://www.acheconcursos.com.br/

Site da empresa responsável pelo concurso: http://www.rboconcursos.com.br  




Comentário: bom emprego, como qualquer peruibense desiludido sabe, não é algo simples de se encontrar em Peruíbe. Quem acompanha este blog até já sabe que o principal propósito de postagens como essa é o de levantar a questão do drama laboral em que se encontra uma grande parcela dos munícipes daqui. Ah, 2012 vai ser diferente, a mudança surgirá? Talvez seja assim, mas você tem tempo de esperar por mudanças? Tenho certeza de que essas tão sonhadas mudanças demorarão.


Pois é, falo isso para ti, que está ralando todo dia num trabalho pesado e que, me desculpa a franqueza, recebe um salário pra lá de insatisfatório. Esta temporada de verão está te ajudando? Ah, antes estava sem trabalho e agora tem uma ocupação, embora ela não seja lá essas coisas. Isso é progresso?

Bem, só cabe a ti decidir se vale a pena continuar a se esforçar em ter um lugar ao sol aqui na terra do cação, ou se pretende buscar outra chance em outras cidades, como BARRA DO TURVO, a terra do javali. 






Texto recomendado: PERUÍBE, A ECONOMIA DA MÃO-DE-OBRA BARATA E ALGUMAS RECORDAÇÕES 

 

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

SEGURANÇA DE UM SUPERMERCADO EM PERUÍBE REAGE A ASSALTO E É BALEADO

1 - Segurança trabalha normalmente. 2 - Ladrão o rende. 3- Ele pega sacola de dinheiro. 4 - Sérgio é atingido.


Polícia já sabe quem tentou matar segurança de supermercado


De A Tribuna On-line


Investigadores da Polícia Civil de Peruíbe, litoral Sul, já sabem quem é o autor da tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrida na tarde de sábado em um supermercado da Cidade. A vítima é o segurança do estabelecimento que, mesmo desarmado, reagiu ao assalto.


O crime ocorreu no Bairro Caraguava, ainda a luz do dia. Sérgio Prado dos Santos, de 37 anos, foi rendido pelo ladrão antes que pudesse agir. Sob a mira de um revólver, ele permaneceu imóvel até que o criminoso pegasse uma sacola cheia de dinheiro do caixa, bem próximo à porta.



Antes do bandido fugir, porém, o funcionário, que não trabalha com armamento, pegou um banquinho e tentou atirar contra ele. Sem sucesso, foi interrompido quando um tiro o atingiu no rosto, na região da boca, destruindo a mandíbula, e que o fez cair desacordado no chão.


O criminoso fugiu, sem deixar pistas do paradeiro. As câmeras de monitoramento interno gravaram toda a ação. As imagens foram usadas pelos policiais para que o ladrão pudesse ser identificado, o que ocorreu no domingo. Um mandado de prisão já foi expedido e as buscas começaram.


A identidade não foi relevada para não atrapalhar na localização do atirador.


Sergio, naquela tarde, foi socorrido por uma viatura da Polícia Militar até o Pronto Socorro da Cidade. Após ser estabilizado, foi encaminhado até a Santa Casa de Santos, onde permanece internado. O caso está registrado na Delegacia Sede de Peruíbe e a investigação ocorre pelo 1º Distrito.

Fonte: http://www.atribuna.com.br/

domingo, 8 de janeiro de 2012

UMA SOBREVIVENTE DE UM CAMPO DE CONCENTRAÇÃO NA CORÉIA DO NORTE CONTA UM POUCO DO HORROR QUE VIVEU


‘Éramos animais’


Jamil Chade - O Estado de S.Paulo


Ela tinha 13 anos quando chegou. E por mais 28 viveu um processo kafkiano de se ver confinada em um campo de concentração sem ter ideia do porquê. Só muito mais tarde soube qual fora seu veredicto: yeon-jwa-je, ou seja, culpa por associação. O avô havia fugido para a Coreia do Sul e o governo da Coreia do Norte decidiu colocar a família dele inteira na prisão, por toda a vida. Ou quase.


Kim Hye-sook é um raro exemplo de sobrevivente de um regime repressivo que ela chama de inferno. A norte-coreana tem sido fonte dos serviços de inteligência sul-coreanos e de outros países para que se entenda a máquina opressiva de Pyongyang. Na ONU, ela também relatou as violações de direitos humanos no seu país natal e vem sendo apoiada por uma rede de ONGs internacionais que inclui a brasileira Conectas.


As estimativas são de que 200 mil pessoas vivam hoje nesse gulag moderno, dividido em seis campos que as autoridades locais negam existir. “Dois de meus irmãos ainda estão presos lá e ninguém pode ter contato com eles”, explicou. “Se um dia souberem dentro do campo que eu fugi para o Ocidente, eles serão executados em público.” Para os norte-coreanos, ela está irreconhecível. Kim mudou de identidade e de feições.


Nos últimos anos, o governo brasileiro manteve posição ambígua em relação à Coreia do Norte. Na ONU, a embaixadora no país, Maria Nazareth Farani Azevedo, se absteve na resolução que condenava Pyongyang por violações dos direitos humanos. Alegou que o Brasil estava dando “uma chance” ao regime. Brasília abriu uma embaixada na Coreia do Norte e manteve a tese de que o diálogo seria o melhor caminho para reduzir a tensão no país. Há um mundo separando a lógica da diplomacia e os relatos de Kim.


Em 1974, ela, os três irmãos e os pais foram levados para o Campo 18, na Província de Pyongan. Tratava-se de Buk chang, prisão administrada pelo Ministério do Interior que ainda existe com o nome de Gwalliso 18, Colônia Penal 18. Cerca de 20 mil prisioneiros vivem no local, considerado um dos mais cruéis do sistema.


Todos, inclusive as crianças, eram obrigados a trabalhar. Seu pai logo morreria em uma mina de carvão. Um acidente. O que a impressionava eram os assassinatos nada acidentais. “Um dia antes da execução, guardas anunciavam a todos o que iria ocorrer e éramos obrigados a assistir à morte dos prisioneiros, muitos deles amigos nossos”, contou. A cada pessoa morta, os condenados tinham de gritar: “Em nome do povo, liquidaremos os contrarrevolucionários”. Um palco era montado à beira de um rio e os corpos jogados na água.


Cenas de humilhação eram tão constantes quanto. Os guardas ordenavam que a pessoa ficasse de joelhos e abrisse a boca. Colocavam então excrementos de animais e a faziam engolir. “Isso ocorreu comigo três vezes”, contou Kim. Os prisioneiros ainda eram obrigados a recitar elogios ao Grande Líder todos os dias, cujos versos ela ainda sabe de cor. Fazia parte das aulas decorar a árvore genealógica da família que controla o poder.


A população carcerária era formada por agricultores, políticos de oposição, jornalistas e até esportistas que teriam envergonhado a nação em eventos no exterior. O isolamento em relação ao resto do mundo, total. Não havia rádio nem eletricidade.


Kim não tem ideia de que sua experiência se assemelhe aos piores momentos do stalinismo na União Soviética. “Éramos animais. Acordávamos pensando em como sobreviveríamos aquele dia, onde conseguiríamos comida. Quem roubava comida era assassinado.” As autoridades ofereciam apenas um prato de uma espécie de sopa de milho e, se um prisioneiro não trabalhasse bem, era punido com o corte da alimentação.


Kim presenciou cenas de canibalismo. Ela conheceu uma de 39 anos que, faminta, matou e comeu a filha doente de 9 anos, que não receberia tratamento. “A mulher não aguentava mais nem seu sofrimento nem o da criança.” O corpo da filha era tão pequeno que coube em um pote. Mas o cheiro do cozimento saiu da cabana e atraiu a atenção dos seguranças. “Nunca mais a vimos”, afirma Kim.


Quem não morria de fome morria das complicações de passar 16 horas nas minas de carvão ou denunciado por um comportamento não exemplar. Além do pai, ela enterrou no gulag a avó, morta de fome, a mãe, morta em outro acidente em uma mina em 1979, e o irmão mais velho.


Com os irmãos menores para cuidar, decidiu que seria uma prisioneira exemplar. Trabalhava, não se queixava, mal abria a boca. Aos 28 anos, foi autorizada a casar dentro do campo. Para as autoridades, o casamento era uma maneira de gerar novos trabalhadores ali mesmo. Já velha demais para os padrões de relacionamento internos, Kim encontrou apenas um homem com mais de 50 anos, com quem teve dois filhos. Mas o marido também morreria em uma mina.


Em 2002, recebeu sua maior recompensa. Para comemorar o aniversário do ex-líder Kim Jong-il, ela foi autorizada a deixar o campo com seus dois filhos e deu como presente aos guardas mais de 50 bichos, entre coelhos e cachorros, que havia pegado pra si durante anos. “Poderia ter comido esses animais, mas os via como um passaporte para sair daquele inferno”, afirmou.


O que não sabia é que a partir daquele momento começaria outro calvário. “Eu e meus filhos fomos viver na rua e nossa casa era um saco de plástico que encontrei”, disse. Sem trabalho, mendigando e faminta, optou por deixar os filhos com familiares enquanto procurava um serviço. Dois anos depois, quando voltou à casa onde os havia deixado, toda a região havia sido devastada por uma grande inundação. “Até hoje não sei se meus filhos estão vivos ou não”, lamenta.


Sozinha mais uma vez, sua decisão foi a de tentar cruzar a fronteira e escapar para a China, o que conseguiu em 2008. Logo arrumou emprego em um restaurante a poucos quilômetros da fronteira. Mais uma vez, porém, a sorte não a contemplou. Poucos dias depois, seu patrão exigiu que ela cruzasse de volta a fronteira para ajudar a trazer mais trabalhadoras. Acabou sendo pega e levada mais uma vez para o Campo 18.


“Ainda bem que encontrei os mesmos policiais e, um ano depois, consegui escapar. Tomei a mesma rota em direção à China”, disse. Dessa vez, foi vendida por soldados traficantes norte-coreanos a um marido chinês. Estavam com ela duas garotas comercializadas para uma rede de prostituição que pagava aos soldados do regime US$ 5 mil por mulheres que trabalhassem na China.


Ao contrário de sua primeira experiência, Kim sabia que não poderia ficar num país aliado de Pyongyang e que tem o costume de devolver imigrantes ilegais. Conseguiu chegar ao Laos, entrou pela Tailândia e finalmente chegou à Coreia do Sul, onde mora hoje.


Ainda tem duas lutas particulares a vencer: a libertação dos dois irmãos e o câncer que se desenvolveu nos seus brônquios depois do trabalho forçado nas minas. Como missão de vida, quer revelar a essência do regime norte-coreano e seu sistema prisional contra os opositores. Tem cabedal para isso. Quando lhe pediram um esboço do Campo 18, desenhou um mapa detalhado da prisão. “Foi muito fácil para mim. Aquele era meu mundo inteiro.”

Fonte: http://www.estadao.com.br/

 


Eita povo chorão !!!

CONCURSO PÚBLICO PARA A PREFEITURA DE TIMBÓ SC 2012



A Prefeitura municipal de Timbó, Santa Catarina, torna público aos interessados abertura de concurso público para provimento de vagas em seu quadro geral de pessoal, com salários de até R$ 7.300,00.


Foram publicados 2 editais, que juntos somam 282 vagas para cargos de todos os níveis de escolaridade. Do total de oportunidades, 10% serão reservadas aos portadores de deficiência.

Vagas abertas


Um dos editais conta com 17 vagas em cargos de Engenheiro Sanitarista e Ambiental, Auxiliar Operacional e Operador de máquinas. Salários variam entre R$ 651,21 e R$ 2.506,46.


Um segundo edital conta com 265 vagas em funções de Advogado, Assistente social, Engenheiro civil, Fiscal de posturas, Fiscal de tributos, Médico clínico geral PSF, Médico veterinário, Agente de trânsito e transporte, Auxiliar de recreação infantil, Auxiliar de serviços administrativos, Técnico em segurança do trabalho, Mecânico, Auxiliar operacional, Eletricista, Marceneiro, Operador de máquinas (escavadeira Hidráulica, Retroescavadeira, Pá Carregadeira e Tratores), Pedreiro e Soldador. Salários variam entre R$ 770,40 e R$ 7.318.98.

Inscrição


As inscrições devem ser feitas no período de 27 de dezembro de 2011 a 25 de janeiro de 2012, via internet, através do site http://www.ibam-concursos.org.br/.


Os candidatos que não tiverem acesso à internet poderão realizar inscrição no período de 12 a 25 de janeiro de 2012 no Telecentro, situado na Rua Julius Scheidemantel, s/n - fundos (Anexo ao Pavilhão de Eventos Henry Paul) no horário das 8:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00 horas, de segunda a sexta-feira. As taxas variam entre R$ 30,00 e R$ 80,00.

Avaliação

O Concurso Público constará de diversas fases, conforme o cargo, sendo:


a) Prova Escrita, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos;
b) Prova de Títulos, de caráter classificatório, apenas para o cargo de nível superior;
c) Prova de Aptidão Física, de caráter eliminatório, para os cargos de Auxiliar Operacional e Operador de Máquinas.
d) Prova Prática, de caráter eliminatório, para o cargo de Operador de Máquinas.


A prova objetiva está prevista para ocorrer dia 26 de fevereiro de 2012, em locais a serem informados no cartão de confirmação de inscrição do candidato que poderá ser acessado via internet no site http://www.ibam-concursos.org.br/, após 10 de fevereiro de 2012.


Os gabaritos serão divulgados dia 27 de fevereiro no site da organizadora. O Concurso terá validade de 2 anos, prorrogável por igual período, a critério da Administração Municipal.


Prestadora do concurso: http://www.ibam-concursos.org.br/

Fonte do texto: ACHE CONCURSOS

 


Comentário: neste momento, enquanto eu estou tranquilo aqui na minha casa, tem um monte de gente neste Domingo, dia 8 de janeiro de 2012, camelando em diversos locais de Peruíbe. Temporada de verão, vocês sabem, época para "se ganhar dinheiro" .....dinheiro, dinheiro, dinheiro, dinheiro, dinheiro !!! Não que seja contra as pessoas quererem ganhá-lo mas .... caramba, e depois da temporada, caro amigo comerciário peruibense ( não confundir com comerciante ), depois que os veranistas partirem? O dinheiro deles vai embora junto e até o seu emprego fica em risco de sumir também. Pois é.

Agora está uma "maravilha". Você está empregado ( até quando, meu? ) trabalhando muito, mostrando para todo mundo que tanto te ofendeu durante meses que não é um vagabundo mas ... e mais adiante? Isso vai durar depois do carnaval? E não durando, sendo dispensado, terá que encarar um ciclo de ociosidade novamente, talvez por meses.

E como eu já disse tantas vezes aqui, as oportunidades para que você encontre um mínimo de estabilidade financeira, podem estar em outras terras. E aos concurseiros peruibenses amadores, lembro de que não existe só Peruíbe no universo.

sábado, 7 de janeiro de 2012

CIDADES FANTASMAS : A FARSA DO CRESCIMENTO CHINÊS E A EXPLORAÇÃO DO PRÉ-SAL EM RISCO





É por isso que eu pertenço ao reduzido grupo de peruibenses que não acreditam que Peruíbe ( e o Brasil, naturalmente ) passará por um "espetáculo do crescimento" graças ao PRÉ-SAL. O simples estouro da bolha imobiliária chinesa - que será a maior da história mundial - reduzirá a demanda mundial por petróleo devido a uma inevitável diminuição da atividade industrial tanto na China como no restante do planeta. Para que se abrir novos campos de exploração, em uma crise severa como essa?  

Não estou dizendo que os investimentos para a exploração do Pré-Sal acabarão, mas diminuirão severamente. Os custos para extração são elevados, e só se justificam com os preços do barril de petróleo nas alturas. E veremos o fim de mais uma ilusão, só menor atualmente do que a Copa do mundo, o trem-bala e as Olimpíadas, três bobagens que o PT quer usar para se "eternizar" no poder.

MAIS UM "CRIME HOMOFÓBICO" OU DE PEDOFILIA EM ALAGOAS?




Homossexual é executado às margens da BR 316


Mais um crime com características homofóbicas entra para as estatísticas do Estado. Um adolescente de apenas 16 anos foi morto a tiros na madrugada desta quarta-feira, 4, na localidade de Chã do Pilar, em Pilar, em um terreno às margens da BR 316. De acordo com informações da polícia, a vítima utilizaria o local para fazer programas sexuais.


Os primeiros levantamentos da perícia dão conta que a vítima foi morta com vários disparos de arma de fogo. A mãe do adolescente esteve no local e confirmou que Alex Alan dos Santos era homossexual e usuário de drogas, mas que estava tentando abandonar o vício. O menor voltara há pouco de Maceió, onde passou uma temporada.


Ainda segundo a mãe da vítima, o principal suspeito seria um homem que há cerca de um mês teria feito um programa com Alex e como não tinha dinheiro para pagar teria entregue o celular. O acusado, cuja identidade não foi divulgada, teria dito que retomaria o aparelho onde quer que Alan estivesse.


Ivanilse informou, ainda, aos policiais da 2ª Cia do 8º BPM, que no momento do crime a família já estaria dormindo. O corpo será periciado e encaminhado para o Instituto Médico Legal Estácio de Lima, onde será submetido à necropsia e posteriormente liberado para sepultamento.

Fonte: ALAGOAS 24 HORAS


Comentário: Então esse é mais um crime "homofóbico"?Vamos analizar os fatos:


O rapaz tinha apenas 16 anos, viciado em drogas e se prostituía para pagar o vício. Seus "clientes" eram evidentemente HOMOSSEXUAIS e PEDÓFILOS. Se o principal suspeito era um homem que já tinha feito sexo com ele, esse suspeito não é hétero, com certeza. Homem que faz sexo com um menor de idade é o quê? Pedófilo e ..... homossexual. 


Qualquer um que se dispor a estudar a natureza desses crimes, verá que a maioria deles são cometidos por outros homossexuais. E vão querer transformar isso em mais um crime "homofóbico".




sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

SACOLAS PLÁSTICAS PROIBIDAS NOS SUPERMERCADOS POR CAUSA DA "ECOLOGIA", MAS E O EXCESSO DE CARROS NOS ESTACIONAMENTOS DOS SUPERMERCADOS? TANTOS CARROS TAMBÉM POLUEM



Supermercados irão banir sacolas plásticas no final do mês

Brenda Melo Duarte


Querendo ou não, os consumidores e indústrias não têm mais escolha a partir do dia 25 de janeiro. Os supermercados da Baixada Santista começarão a banir a distribuição de sacolinhas plásticas. Desta forma, a população deve se preparar para utilizar ecobags, caixas de papelão, carrinhos ou as sacolas biodegradáveis de amido de milho, vendidas a R$ 0,19.


No entanto, a eficácia da medida divide opiniões. Como era esperado, a indústria de embalagens é contra o acordo entre o Governo de São Paulo e a Associação Paulista de Supermercados (APAS). O setor aponta diversos fatores negativos para a proibição das sacolinhas. Um deles diz respeito à higiene. Para a Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis, (Abief), as formas alternativas (retornáveis) de carregar as compras podem gerar o acúmulo de germes e bactérias.


 O que você acha do fim das sacolinhas?


Além disso, a Abief defende que o problema não é a sacolinha, e sim, o desperdício e o descarte inadequados. Para a Associação, a solução não seria proibir, mas educar a população para que o material seja utilizado de forma responsável.


O secretário de Meio Ambiente de Santos, Fábio Alexandre Nunes, concorda que o problema está no uso irresponsável da sacolinha. No entanto, acredita que a forma mais eficiente de educar e conscientizar a população é a proibição. “Não podemos esperar que todos se conscientizem. O uso foi banalizado. A falta das sacolinhas em casa vai estimular o descarte correto de resíduos e uma mudança de comportamento.”, avalia.


O secretário dá alguns exemplos: “O saco de macarrão, o de pão de forma vão começar a ser utilizados. Haverá um gerenciamento do lixo domiciliar”.


Além disso, Nunes aponta a medida como o ‘começo da preparação da população para 2014, quando a Lei dos Resíduos Sólidos entra em vigor. “Em apenas dois anos, os aterros sanitários não poderão receber resíduo reciclável e orgânico, apenas rejeito (não há tecnologia de processamento, como a porcelana)”.


O secretário ainda destacou que os impactos ambientais são superiores às vantagens e comodidades oferecidas pela utilização dessas sacolas. Dados apontam que por mês, a Baixada Santista gera 440 toneladas de lixo plástico com o descarte mensal de 114 milhões de sacolinhas. “Elas demoram 150 anos para de decompor, sujam rios, córregos, e a Cidade. É comum vermos sacolinhas voando pelas praias”.


Quanto aos supermercados, o secretário disse que foi preciso conscientizar os donos dos estabelecimentos de que a distribuição da sacola não seria alvo de disputa entre as redes. “Eles precisavam entender que as pessoas não comprariam em uma loja só porque ela ainda distribui sacolinhas. A questão do meio ambiente é mais séria que isso. Mas conseguimos e foi uma importante parceria”.


Mercado


Com a lei suspensa, o que os municípios da Baixada Santista estão fazendo é a adesão a um termo de cooperação entre o Governo do Estado de São Paulo e a Associação Paulista de Supermercados (APAS), pelo fim da distribuição de sacolinhas plásticas nos supermercados afiliados, por meio da campanha “Chega de sufocar o planeta”.


O presidente da Apas da Baixada Santista, Carlos Varanda, acredita que a população só se reeduca se a medida mexe com o bolso. “Quando a pessoa paga pela sacola, ela não descarta na rua nem usa para depositar lixo”.


Na Baixada, os 300 mercados associados aderiram ao termo. Como formas alternativas, eles oferecem sacolas biodegradáveis de amido de milho, vendidas a R$ 0,19, e as sacolas reutilizáveis.


No entanto, Varanda afirma que a venda das sacolas biodegradáveis é provisória. “É só até as pessoas se acostumarem e providenciarem seus meios para carregar as compras”.


Confira os 10 motivos contrários à proibição das sacolinhas plástica apontados pela Plastivida (Instituto Socioambiental dos Plásticos)


1. As sacolinhas não são descartáveis, são reutilizáveis. Quase todo mundo as reutiliza para colocar lixo. Sem elas, você vai ser obrigado a comprar novos sacos.


2. Pesquisa Datafolha mostra que 88% das pessoas reutilizam as sacolas para armazenar lixo, transportar objetos e recolher sujeira de animais. Por isso ela é a embalagem preferida de 84% da população.


3. Cidades como Jundiaí, que já proibiram as sacolinhas, registraram aumento considerável de vendas de sacos de lixo.


4. Os órgãos de vigilância sanitária recomendam o uso de recipientes plásticos para descarte do lixo. Com a proibição das sacolinhas, populações menos favorecidas não terão como descartar o lixo da forma correta.


5. Um estudo internacional* comprova que o processo de fabricação das sacolinhas plásticas causa menos impacto ambiental do que o das sacolas de pano, papel e papelão.


6. Ao longo de sua vida útil, uma sacolinha plástica comum emite menos gás carbônico e metano no meio ambiente (gases causadores do efeito estufa) do que qualquer uma das sacolas alternativas oferecidas hoje.


7. A proibição das sacolinhas poderá acarretar o fim de 30.000 empregos diretos no país e 6.000 empregos diretos em São Paulo.


8. Para evitar o acúmulo de fungos e bactérias e a possível contaminação dos alimentos, as sacolas retornáveis precisam ser higienizadas com alta frequência, o que aumenta o consumo de água e outros produtos. É preciso ter cuidado também com as caixas de papelão usadas, pois muitas vezes elas não têm as condições higiênicas adequadas para transportar as compras.


9. Sacolinhas plásticas são recicláveis: se usadas e descartadas corretamente, podem se transformar em diversos outros produtos plásticos.


10. O problema não é a sacolinha, e sim o desperdício e o descarte inadequado, esses sim são os vilões do meio ambiente. A solução, portanto, não é proibir, mas educar a população a usar, de forma responsável, as sacolinhas plásticas e todas as outras embalagens.


Confira os 10 motivos favoráveis à proibição, apontados pelo secretário de Meio Ambiente de Santos, Fábio Alexandre Nunes:


1- O consumidor já paga pelas sacolas plásticas distribuídas gratuitamente nos estabelecimentos comercias, pois os custos destas sacolas já estão contabilizados no preço das mercadorias de produtos colocados a venda;


2- As sacolas plásticas distribuídas gratuitamente nestes estabelecimentos não devem ser reutilizadas para coletar fezes de animais nem para armazenar lixo doméstico. Estas sacolas demoram centenas de anos para se decompor, diminuindo a vida útil dos aterros e prejudicando a decomposição do dejetos embalados pelo plástico. Os sacos de plástico utilizados para o armazenamento e descarte de lixo são fabricados para esta finalidade e não são feitos do mesmo tipo nem com a mesma quantidade de plástico utilizado nas sacolinhas distribuídas aos consumidores. Com o marco regulatório dos resíduos no País (Lei 12.305/10) dentro em breve não será permitido o descarte de resíduos reutilizáveis e recicláveis em aterros, que somente poderão receber os rejeitos;


3- Pesquisas mostram que 77% da população concordou com o fim da distribuição indiscriminada de sacolas plásticas aos consumidores;


4- Jundiaí foi a primeira cidade do Brasil e banir as sacolas plásticas, a população aderiu à campanha e houve uma economia de milhões de sacolas plásticas até o momento;


5- A fabricação de sacolas plásticas retornáveis e não descartáveis é uma ótima opção de ecoproduto, garante o emprego na indústria e vai ao encontro dos interesses da sociedade;


6- Importante lembrar que as sacolas plásticas são polímeros derivados do petróleo (hidrocarbonetos fósseis). O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente da ONU valoriza a produção e o consumo conscientes, bem com a economia de baixo carbono;


7- Se há previsão de redução de empregos na indústria plástica, há também a previsão de aumento de postos de trabalho e geração de renda, garantindo efetiva inclusão social com a produção de sacolas reutilizáveis por ONG´s e associações, caracterizando excelente exemplo de tecnologia social;


8- O reuso e a reutilização de caixas e outros recipientes deve ser estimulado e está previsto no marco regulatório dos resíduos no País. Os produtos comercializados nos supermercados são devidamente embalados, para garantir a qualidade do produto e a saúde do consumidor;


9- O descarte correto é exatamente o maior desafio! com todos os ganhos da educação ambiental e do compromisso da mídia com as questões ambientais, ainda há longo caminho a percorrer e a campanha é um passo importante nessa jornada.


10- Os esforços de educação e mobilização da sociedade pelo uso racional dos recursos naturais são permanentes. Não se trata de lei proibindo distribuição das sacolas plásticas, mas de um compromisso voluntário e responsável do setor supermercadista com a política ambiental do Governo do Estado de São Paulo e dos municípios da Baixada Santista.


Fonte: http://www.atribuna.com.br/
 

Comentário: não foi feita uma lei para banir as sacolas plásticas, mas um "acordo de cavalheiros", o que é na prática, uma imposição autoritária, que não levou em conta o que pensa a maioria da população. Isso é um precedente perigoso.


Sim, é perigoso. Imagina o governo federal fazendo acordos com grandes corporações para, sem precisar criar leis específicas, impor muito do que deseja. Viram como é simples SER AUTORITÁRIO, sem parecer? O que poderão fazer depois?

E tem o que eu coloquei no título da postagem. Por essa lógica da "ecologia", sou mais ecologista que muito nego por aí, pois não tenho carro, E NÃO ESTOU INTERESSADO EM TER UM. Vou até supermercados daqui de Peruíbe caminhando, gastando sola do chinelo, supermercados que nesta temporada de verão costumam ficar com os ESTACIONAMENTOS LOTADOS, o que já indica uma baita poluição de origem automobilística. Pô, tem gente que vai comprar pão usando o carro, o qual - lógica ecológica, pois é - deveria ser priorizado para compras grandes. Um monte de peruibenses e forasteiros se recusam a agir "ecologicamente", mas vários deles vão brincar de ecologistas sem as sacolas plásticas. Continuarão a abusar dos automóveis, mas se sentirão melhor sem as sacolas.

Ah, e ainda tem a poluição SONORA, já que vários turistas/veranistas costumam ir comprar bebidas ESCUTANDO FUNK no volume máximo. Tenham dó, ninguém merece.

Vídeo sobre o "acordo de cavalheiros":