quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

VINICIUS TORRES FREIRE / NOVO REBAIXAMENTO REFORÇA QUE ESTAMOS MUITO MAL - FEVEREIRO DE 2016



O Brasil está com menos crédito na praça. Como a gente acabou de ver, o governo do Brasil foi rebaixado por uma dessas empresas que avalia o risco de um país ou firma dar calote.

O governo do Brasil já era classificado como de risco desde o final do ano passado, por essas empresas. Mas antes disso, já era classificado como de alto risco pelos credores, pelos donos do dinheiro grosso, pelos investidores. Quanto mais arriscado é um país, mais caro fica pro governo, pra empresas e até para nós mesmos tomarmos empréstimos.

O que mudou? Não muito, agora, de imediato. Esse novo rebaixamento apenas confirma e espalha ainda mais pelo mundo a ideia de que a recuperação da economia do Brasil vai ser lenta.

Por que o Brasil foi ainda mais rebaixado? Porque, segundo essa empresa, a S&P, o governo tem apenas planos de corrigir problemas, tais como a sua pindaíba, e não mais que isso, não mais do que planos. Mesmo que fossem projetos concretos, o risco de não serem aprovados é grande, dado o tumulto na política, piorado, entre outros motivos, pelos escândalos de corrupção.

Além do mais, arrumar as coisas fica especialmente difícil em um ano que será de recessão profunda. A economia deve encolher quase tanto quanto no ano passado. Com a economia encolhendo, a receita de impostos do governo cai. Como é difícil cortar gastos, a pindaíba do governo continua. A pindaíba do governo é um dos principais motivos dos juros altos e da desconfiança no futuro do Brasil.

Na prática, o rebaixamento vai piorar nossa vida, neste ano, por exemplo? Não. É apenas mais um sintoma de que estamos muito mal. No entanto, essa baixa do crédito significa que a recuperação vai ser um pouco mais demorada.

Alguns economistas começavam a dizer que o país para de piorar entre meados e o final deste ano. 2017 seria um ano de estagnação. Não pioraria, nem melhoraria. Começaríamos a sair do fundo do poço apenas em 2018. Começaríamos. Boa noite.



MARCADORES: BRASIL VIROU PAÍS DE ALTO RISCO PARA INVESTIDORES, RECESSÃO BRASILEIRA SÓ TENDE A PIORAR, GOVERNO DILMA (RUIM COM A "PRESIDENTA", MELHOR SEM ELA)

Nenhum comentário: