terça-feira, 17 de maio de 2016

PERUÍBE CANCELA PROVA DE CONCURSO PARA PROCURADOR - MAIO DE 2016





Edital de anulação foi divulgado nesta terça. A suspensão do exame, realizado no último dia 8, também foi solicitada pela OAB

VICTOR MIRANDA 



A Prefeitura de Peruíbe cancelou a prova do concurso para procurador do Município, realizada no dia 8. Por problemas na realização do processo, incluindo uma orientação formal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) pedindo a suspensão do processo, a prefeita Ana Preto (PTB) divulgou nesta terça-feira (17) um edital de anulação das provas.

“Foram observadas diversas irregularidades que colocaram a legitimidade do concurso em dúvida. Tinha até gente com celular ligado na sala da prova”, comenta Sérgio Guerreiro, presidente da OAB de Peruíbe. Segundo ele, pela lei orgânica do Município, a Ordem deve ser convidada para acompanhar certames para procurador desde o princípio, o que não ocorreu. “Quando a OAB foi chamada, a empresa já havia sido contratada. Faltou transparência”, diz.

Há outras questões no processo. No concurso de procurador, os candidatos preencheram dois envelopes que foram lacrados. Estava previsto para às 14 horas desta terça, a abertura do primeiro envelope, com as respostas dos candidatos. O segundo só seria aberto em caso de dúvidas. No entanto, uma cópia com os possíveis aprovados foi entregue ao Ministério Público Estadual (MPE), antes mesmo da abertura como denúncia. O órgão já investiga o caso.

Assim, diante das denúncias e das irregularidades observadas, a OAB fez o pedido de cancelamento da prova. Nesta terça, antes mesmo da abertura dos envelopes, a Prefeitura já havia afixado o edital de suspensão. Conforme o texto do documento, caberá ao Instituto Moura Melo Concursos, responsável pelo certame, arcar com todos os prejuízos. A OAB, porém, deve pedir que a empresa seja afastada do processo. A Prefeitura informou que deve se manifestar sobre o caso hoje. Já a Moura Melo não foi retornou os contatos.

Problemas

Essa é mais uma prova do Concurso Público 01/2016 suspensa. No último dia 9, a Prefeitura já havia cancelado os exames feitos por 558 candidatos aos cargos de auxiliar de saúde bucal, mecânico, agente operacional e professor PEB II-Arte, PEB II-DM, PEB II-DV. Na ocasião, candidatos reclamaram de que o gabarito oficial a ser preenchido tinha número de alternativas inferior ao que constava nas provas. As provas suspensas foram remarcadas para o dia 22.

No caso do concurso para procurador, foram 583 candidatos inscritos para as quatro vagas disponíveis, que oferecem salários de R$ 5.206,27. Segundo o novo edital assinado pela prefeita, as novas provas para procurador acontecerão no dia 5 de junho. Quanto aos gabaritos que seriam abertos, em dois envelopes, a ordem de Ana Preto foi para que todos fossem incinerados imediatamente.



FONTE: A TRIBUNA


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL 2016, CANCELAMENTO DE PROVA

Nenhum comentário: