segunda-feira, 22 de novembro de 2010

EXPOVALE DESTE ANO TERÁ ÁREA DE SHOWS PAVIMENTADA, MAIS CAMAROTES E ESTANDES





Em entrevista coletiva, a prefeita Sandra Kennedy, o presidente da ACIAR e da comissão organizadora, Henrique Rodrigues Wolf, além de outros membros da comissão anunciaram oficialmente os detalhes da organização da feira. “Vamos repetir a fórmula do ano passado, em que a ACIAR assumiu a organização do evento, pelo resultado da feira e pela entidade representativa que é”, disse a prefeita.



Na infraestrutura, a principal novidade é na área de shows, que será pavimentada. Serão 4 mil metros quadrados de pavimento patrocinado pela concessionária OHL. A praça de alimentação, que no ano passado ficou ao lado da arena de shows, agora ficará de frente para o palco. Assim, além de aumentar a área para o público, quem estiver na praça de alimentação (que será coberta) também poderá curtir os artistas. O número de camarotes aumentou – 88 no total -, assim como os estandes na área de exposição comercial: são 46, oito a mais que no ano passado.

Sobre as dúvidas de que o evento poderia não se realizar, a prefeita destacou que pela importância que a feira representa para o município, nem é preciso repetir mais, pois todo ano haverá Expovale. Sandra Kennedy aproveitou para esclarecer algumas questões referentes ao financiamento da feira.

“Todo ano, a Prefeitura repassa R$ 150 mil para a realização do evento. No ano passado, houve a devolução de R$ 37 mil, portanto, não é que houve prejuízo, pois nem sempre se consegue devolver esse recurso. A festa custa em torno de R$ 600 mil e é financiada com recursos de patrocínio”

, explicou a prefeita.

A gerente administrativa da ACIAR, Marlete Tamasia, que também integra a comissão organizadora, disse que nos 12 anos em que a entidade participa da Expovale já ocorreram todas as situações. “A feira já deu prejuízo, assim como já teve lucro. No histórico da festa já houve devolução do recurso para a Prefeitura, assim como teve edições em que não houve”, esclareceu.

Outra novidade deste ano é em relação à contratação dos shows. Antes, os shows eram pagos com patrocínio. Desta vez, a comissão fechou contrato com o Som da Ilha, que assumiu uma parceria de risco ao contar apenas com a bilheteria de três dos quatro shows (sexta, sábado e domingo). Ou seja, a empresa contrata os shows e receberá o recurso obtido da bilheteria para pagar os artistas.

Programação de shows

Dia 2/12 – Irmão Lázaro (entrada franca)
Dia 3/12 – Inimigos da HP
Dia 4/12 – Nando Reis
Dia 5/12 – Luan Santana

Passaporte antecipado para os três shows: R$ 40,00
Na bilheteria de cada show: R$ 40,00

Pontos de vendas em Registro: ACIAR, Willirrô Modas, Drogaria Sabrina, Suzuki Ramos e Panificadora Novo Sabor.


COMENTÁRIO: imaginar a MILENA em uma entrevista coletiva, falando de uma feira que será aqui realizada, é pura FICÇÃO CIENTÍFICA. Algo parecido com a EXPOVALE está muito distante da realidade peruibense.


Um evento do qual novamente Peruíbe não participará, que seria exelente como parte de uma estratégia para divulgarmos o que a TERRA DA ETERNA JUVENTUDE pode oferecer para os seus vizinhos mais ao sul.

Nenhum comentário: