quarta-feira, 13 de outubro de 2010

SUPERMERCADO EXTRA BREVE EM PERUÍBE / OUTUBRO DE 2010


Estou curioso para ver o que terá de diferente nas duas filiais do EXTRA que Peruíbe terá em breve. Novos produtos, melhores ofertas, quem sabe maior número de caixas funcionando. Vamos ver.

Um comentário:

Marcelo disse...

Depois de 3 meses finalmente pude voltar a minha praia preferida, então me atualizei bem.
- Quanto ao Extra, pude ver que o mix de produtos será maior (=mais variedade do mesmo item), mais caixas e grandes ofertas de produtos básicos. E nada da comentada construção de uma nova loja (em parte explicada pelo item que se segue)
- Foi alterada a lei sobre construções na cidade, de uma forma que vai paralisar a construçao em todo o lado praia. Antigamente, o problema era o gabarito de altura. Agora, o % de aproveitamento. Só se pode construir UMA vez a área do terreno. Por exemplo, em um terreno de 1000m, se quiser fazer um sobrado, tem que ser de 500m (dois pisos = 1000). E no resto, plantar grama. Não dá nem para uma grande loja se instalar!
- Quanto às lonas, enquanto estavam limpas, ninguém usava o Chico latim e a Praça Flórida estava às moscas. Agora trazem eventos para os lugares e exibem aquela imundície!
- Pelo jeito o Porto de Pesca vai demorar dois anos para ficar pronto. Medo de não ter Praça matriz já na temporada, como prometido. Aliás vi o projeto e é estranho. Arquibancadas para abrigar mendigos, fonte luminosa para eles tomarem banho e mais cimento do que canteiros verdes (PS: aposto que em dois anos a fonte vai estar abandonada, criando dengue).
- Me expliquem a utilidade de substituir 500m de lajotas por asfalto no lado praia da Av. Brasil (Stella Maris), para uma gestão que está sem dinheiro e uma avenida com baixo tráfego. Enquanto isso o cruzamento da Pe. Leonardo Nunes continua caótico, e o lado praia da mesma, em lajotas.
- Ainda não concluiram o arrojado projeto arquitetônico no calçadão junto a praia, aqueles arcos sem sentido. E o comemorado Posto de Informações Turísticas metropolitano está fechado.
- Nada de utilização das lojas feitas na Rodoviária.
- Areia domina os jardins, calçadas e ciclovias da orla (salvo alguns quiosqueiros que tiram), enquanto isso junto ao Aquário a prefeitura continua a criminosa e danosa retirada de areia que vem elevando a maré.
- E se até o velho e tradicional Supermercado Omuro vai fechar, a coisa realmente não está bem!