quinta-feira, 14 de outubro de 2010

INTERNAUTA MARCELO TRAZ NOVIDADES TEMPESTUOSAS AO BLOG


O internauta Marcelo será o autor desta postagem, que é um comentário que ele fez recentemente. O rapaz trouxe novidades tempestuosas ao blog:


"Depois de 3 meses finalmente pude voltar a minha praia preferida, então me atualizei bem.


- Quanto ao Extra, pude ver que o mix de produtos será maior (=mais variedade do mesmo item), mais caixas e grandes ofertas de produtos básicos. E nada da comentada construção de uma nova loja (em parte explicada pelo item que se segue).


- Foi alterada a lei sobre construções na cidade, de uma forma que vai paralisar a construção em todo o lado praia. Antigamente, o problema era o gabarito de altura. Agora, o % de aproveitamento. Só se pode construir UMA vez a área do terreno. Por exemplo, em um terreno de 1000m, se quiser fazer um sobrado, tem que ser de 500m (dois pisos = 1000). E no resto, plantar grama. Não dá nem para uma grande loja se instalar!


- Quanto às lonas, enquanto estavam limpas, ninguém usava o Chico latim e a Praça Flórida estava às moscas. Agora trazem eventos para os lugares e exibem aquela imundície!


- Pelo jeito o Porto de Pesca vai demorar dois anos para ficar pronto. Medo de não ter Praça matriz já na temporada, como prometido. Aliás vi o projeto e é estranho. Arquibancadas para abrigar mendigos, fonte luminosa para eles tomarem banho e mais cimento do que canteiros verdes (PS: aposto que em dois anos a fonte vai estar abandonada, criando dengue).


- Me expliquem a utilidade de substituir 500m de lajotas por asfalto no lado praia da Av. Brasil (Stella Maris), para uma gestão que está sem dinheiro e uma avenida com baixo tráfego. Enquanto isso o cruzamento da Pe. Leonardo Nunes continua caótico, e o lado praia da mesma, em lajotas.


- Ainda não concluiram o arrojado projeto arquitetônico no calçadão junto a praia, aqueles arcos sem sentido. E o comemorado Posto de Informações Turísticas metropolitano está fechado.


- Nada de utilização das lojas feitas na Rodoviária.


- Areia domina os jardins, calçadas e ciclovias da orla (salvo alguns quiosqueiros que tiram), enquanto isso junto ao Aquário a prefeitura continua a criminosa e danosa retirada de areia que vem elevando a maré.


- E se até o velho e tradicional Supermercado Omuro vai fechar, a coisa realmente não está bem!"



Comentário: minha mãe acaba de dizer que, nos anos sessenta, ela ia fazer compras no OMURO, onde comprava querosene, carne seca e outros gêneros de primeira necessidade. Estou espantado, pois o Supermercado Omuro é um patrimônio histórico municipal. É uma pena.

3 comentários:

Marcelo disse...

Também fiquei espantado com o Omuro, apesar de ser tradicional, bagunçado e desatualizado, está num excelente ponto. Se vc entrar lá já vai ver geladeiras desligadas e poucos itens. Vão empurrar com a barriga até venderem o prédio. Aliás a quadra praticamente toda, dos Omuro, está a venda. O preço pedido é exorbitante (ultrapassa R$ 10 mi), acredito que será vendido por muito menos. Ali estava bom para um Supermercado no estilo do Dia%, Econ, TodoDia ou ExtraFácil. Apurei que a família, exceto Julieta, está toda migrando ao Vale do Ribeira.

Marcelo disse...

Já deu uma olhada no videozinho que a prefeitura colocou no site oficial?

Técnicas petistas de propaganda. Quem assiste pode pensar que Peruíbe é a mais nova capital européia.

Peruibense rebelde disse...

De acordo com o video, Peruíbe é um paraíso, um paraíso do qual a família OMURO está puxando o carro.

O Mário Omuro é parente do Nelson Tanahara, ex-prefeito de Pedro de Toledo, aliás o Mário nasceu lá.

Creio que os familiares dele já se deram conta de que esta cidade já deu tudo que tinha que dar - para eles, no caso - e não querem entrar na lista formada por várias famílias decadentes, que nos anos oitenta tinham uma condição social invejada, e agora estão por baixo, no sentido literal da palavra.

Conheço um ex-comerciante que ganhou muito dinheiro no passado, e que agora vende tubinho com sorvete de iogurte na rua para sobreviver. A maré está mudando para muitos em Peruíbe.